• Campo Grande, Quarta-Feira , 07 de Dezembro - 2016
ed

Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Ninguém está acima da lei!


Comente ()
  • Compartilhe

Aviões caem em Manaus e no Paquistão

  • Fotos Reprodução

    Aviões caem: em Manaus, 5 mortos; no Paquistão, 47 a bordo


Comente ()
  • Compartilhe

Depois de se unir pela Chapecoense, torcidas organizadas de SP propõe pacto de paz

  • Tom Vieira Freitas/Estadão/Band Reprodução

    Depois de união em frente ao Pacaembu, torcidas defendem paz


Postado por Marco Eusébio , 07 de dezembro de 2016 às 10:00 - em: Papo de Arquibancada

Depois de se unir em um evento em frente ao Pacaembu para homenagear vítimas da Chapecoense (leia aqui) no domingo, as quatro principais torcidas organizadas paulistas – Gaviões da Fiel, do Corinthians; Mancha Verde, do Palmeiras; Independente, do São Paulo: e Torcida Jovem, do Santos – pretende ir além. Ontem, os presidentes das quatro torcidas procuraram a delegada do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da capital paulista, Elisabete Sato, para propor um pacto de paz. Com o slogan de “mais festa e nenhuma violência no futebol”, se comprometeram, já a partir do Campeonato Paulista de 2017, a acabar com as brigas entre torcedores, geralmente marcadas pelas redes sociais. 
 
"Vamos levar o compromisso deles a quem lida da segurança do futebol da Secretaria de Segurança, para ver se vamos conquistar novamente a possibilidade de as famílias irem aos estádios com seus filhos pequenos ou não e suas esposas", disse a delegada à Band. "Eles vão fazer campanhas preventivas para que não haja esses embates e controlarão melhor as torcidas organizadas. Eu sou cética em relação a isso, mas quando eles nos procuram fazendo propostas, se comprometendo e dando contrapartidas, nós também temos que tentar dar um voto de credibilidade a eles", declarou Elisabete Sato.
 

Comente ()
  • Compartilhe

TJMS recebe Selo Justiça em Números Ouro

  • Divulgação TJMS

    João Maria Lós, ao centro, com o Selo Ouro


Comente ()
  • Compartilhe

Manchetes desta quarta-feira

  • Manchetes desta quarta-feira

Comente ()
  • Compartilhe

CNJ nega pedido para suspender votação e TJ deve votar nesta quarta lista da OAB-MS

  • Divulgação

    Oliveira Dias, do CNJ, negou suspender votação do TJMS


Postado por Marco Eusébio , 06 de dezembro de 2016 às 20:30 - em: Principal

O Tribunal de Justiça (TJ-MS) deve escolher nesta quarta-feira à tarde a lista tríplice de advogados candidatos à vaga de desembargador naquela Corte destinada à advocacia dentre seis nomes indicados pela OAB-MS por meio do chamado Quinto Constitucional, conforme foi aqui antecipado na semana passada. Nesta semana, o conselheiro Carlos Eduardo Oliveira Dias, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), julgou improcedente pedido de providências feito pelo advogado Fábio Trad, que concorreu à elaboração da lista feita pela OAB e pediu decisão administrativa do conselho para suspender a sessão e devolver a lista à Seccional da Ordem para um "novo certame isento de vícios". Em sua manifestação, Oliveira Dias entendeu que o assunto já tem decisão na Justiça, que deliberação da OAB foi correta conforme entendimento pelo Judiciário, e que o TJMS esperou as decisões para depois encaminhar a lista para a votação.
 

Comente ()
  • Compartilhe