Campo Grande, Segunda-Feira , 11 de Dezembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br
General Mourão diz que Temer conduz o país com 'balcão de negócios' e vê com 'bons olhos' candidatura de Bolsonaro

Postado por Marco Eusébio , 09 Dezembro 2017 às 10:30 - em: Principal

Depois de defender intervenção miliar no país em setembro, o general Antônio Hamilton Mourão, secretário de Economia e Finanças do Exército, voltou a virar notícia depois de fazer duras críticas ao presidente Michel Temer, em palestra promovida pelo grupo Terrorismo Nunca Mais (Ternuma), no Clube do Exército, em Brasília, na noite de quinta-feira. Na ocasião, Mourão afirmou que estamos vivendo uma "sarneyzação" e que Temer vai "aos trancos e barrancos buscando se equilibrar e, mediante um balcão de negócios, chegar ao final de seu mandato". No final, ao responder perguntas da plateia, disse que a candidatura de Jair Bolsonaro agrada as Forças Armadas. Para Mourão, o capitão da reserva é um político testado, que nunca se meteu em falcatruas e confusões. "Obviamente, nós, seus companheiros dentro das forças, olhamos com muito bons olhos a candidatura do Bolsonaro", disse. Veja o trecho do vídeo com críticas a Temer.




Lula e Muamar Kadafi, a quem o petista tratava como 'amigo' e 'irmão' nos tempos de poder

Postado por Marco Eusébio , 09 Dezembro 2017 às 09:00 - em: Principal

O ex-ditador da Líbia, Muamar Kadafi, enviou 1 milhão de dolares "secretamente" ao Brasil para financiar a campanha do ex-presidente Lula em 2002. É o que seu ex-ministro Antonio Palocci teria afirmado nas tratativas de um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal, conforme reportagem da revista Veja que começou a circular neste fim de semana. Kadafi sempre manteve relação cordial com Lula, que se referia ao líbio como "amigo" ou "irmão". Durante seu governo, Lula se reuniu quatro vezes com o ditador. Diante de críticas à sua aproximação com Kadafi, Lula dizia que o Brasil não tinha preconceitos e que se tratava de uma diplomacia pragmática. Kadafi, que governou a Líbia com mão de ferro por mais de quatro décadas, foi capturado e morto em 20 de outubro de 2011, por rebeldes. 




Postado por Marco Eusébio , 09 Dezembro 2017 às 08:00 - em: Principal

O Estado de S.Paulo - SP
"124 deputados da base dizem que vão votar contra reforma"
 
O Globo - RJ
"Com crise, governo amplia limite de gastos para estados"
 
Folha de S.Paulo - SP
"Inflação pode fechar o ano abaixo de 3%, fora da meta"
 
Correio do Estado - MS
"Marun já é ministro"
 
O Estado - MS
"Pacientes levam até 5 anos na fila por transplante"
 
A Tarde - BA
"Racha do PSDB faz Antônio Imbassahy deixar o governo"
 
Correio Braziliense - DF
"Morte expõe falta de segurança no centro do poder em Brasília"
 
Zero Hora - RS
"UFRGS pode desligar 239 alunos suspeitos de fraudar cotas raciais"
 
Jornal do Commercio - PE
"Contra álcool e direção"
 
Diário Catarinense - SC
"Barreira ao nazismo no estado"
 
Gazeta de Alagoas - AL
"Alta temporada em Alagoas deve movimentar R$ 1 bilhão"



Consultado, Marun respondeu pelo WhatsApp ao Blog que ainda não conversou com Temer, que está em São Paulo

Postado por Marco Eusébio , 08 Dezembro 2017 às 20:00 - em: Principal

Embora a imprensa nacional tenha divulgado que Michel Temer já confirmou à bancada do PMDB que ele será o novo ministro-chefe da Secretaria de Governo, o deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) acaba de responder aqui ao Blog, via WhatsApp, que ainda não conversou com o presidente e, por isso, por enquanto, não vai se pronunciar sobre o assunto.

Marun escreveu:

– "Não recebi o convite oficial. O presidente está em São Paulo. Sou vou falar a respeito se e quando o convite acontecer."




Michel Temer entregará comando das relações políticas do Planalto com o Congresso a Carlos Marun

Postado por Marco Eusébio , 08 Dezembro 2017 às 16:45 - em: Principal


Indicado pelo PMDB para o cargo de ministro, Marun disse nesta tarde que ainda não recebeu convite de Temer

Postado por Marco Eusébio , 08 Dezembro 2017 às 16:20 - em: Principal

Antonio Imbassahy (PSDB-BA) pediu hoje para deixar o cargo de ministro-chefe da Secretaria de Governo, o que foi aceito pelo presidente Michel Temer. "Na carta que oficializa o pedido, Imbassahy escreveu que vai continuar contribuindo com a gestão Temer na Câmara. Ele reassumirá o mandato de deputado federal", diz Andréia Sadi em blog no G1. Em novembro, o Planalto chegou a anunciar no Twitter a posse do deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) no ministério da articulação política, mas acabou adiando a decisão. Consultado hoje pelo jornal O Globo, Marun respondeu: Eu acabei de saber que o Imbassahy pediu demissão, mas eu preciso esperar o presidente me fazer o convite. Não cabe a mim dizer se vou ser mesmo o ministro, estou esperando".




Geraldo Alckmin usará discurso de antipetismo, mas com acenos à eleitorado de esquerda

Postado por Marco Eusébio , 08 Dezembro 2017 às 15:20 - em: Principal

O discurso de Geraldo Alckmin na convenção do PSDB será "antipetista de esquerda", diz o site O Antagonista citando a Folha de S.Paulo: 
 
"A tendência é a manutenção do antipetismo, ainda que haja acenos a um eleitorado mais à esquerda. Isso sugere que Alckmin mira a fatia do eleitorado que apoia Jair Bolsonaro por antipetismo, embora seja improvável que com isso atinja aqueles que dizem votar no pré-candidato por suas posições mais extremadas e antiestablishment. O governador, afinal, é uma figura tradicional da política."
 
E acrescenta:
 
"Sobre a parte 'presidencial' do discurso, o tucano deverá seguir a abordagem híbrida sugerida em documento coordenado por José Aníbal e endossada por Fernando Henrique Cardoso."
 
O Antagonista comenta:
 
"O hibridismo de Geraldo Alckmin, recomendado por FHC, é resultado do cruzamento de chuchu com melancia (verde por fora, vermelha por dentro)."



Corumbá (foto) e Ponta Porã são as duas únicas cidades de MS habilitadas pelo MEC a abrir cursos de medicina

Postado por Marco Eusébio , 08 Dezembro 2017 às 14:00 - em: Principal

Corumbá e Ponta Porã estão entre 27 cidades habilitadas a implantar cursos de medicina a serem oferecidos por universidades privadas nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste, conforme portaria do Ministério da Educação publicada hoje no Diário Oficial da União. Em março próximo essas instituições deverão apresentar projetos para implantação do curso, respeitando critérios de um chamamento público. Nesta primeira etapa de habilitação foram considerados critérios técnicos como número de leitos hospitalares, equipamentos, equipe de atenção básica e oferta de serviço de urgência e emergência. O processo é referente a Lei 12.871 do programa "Mais Médicos", que previa a abertura de novas vagas em cursos de medicina.
 



Cada funcionário seria responsável por controlar de 20 a 50 perfis falsos nas redes sociais

Postado por Marco Eusébio , 08 Dezembro 2017 às 12:30 - em: Principal

A história já é antiga e seja em Campo Grande e na maioria das cidades brasileiras de perfis "fakes" criados nas redes sociais por gente paga, muitas vezes com dinheiro público, para elogiar ou atacar políticos. Agora, entretanto, a BBC Brasil em Londres levantou o lado "profissional" dessa malandragem e apurou que perfis falsos criados no Facebook e no Twitter foram usados por pessoas contratadas por uma empresa com base no Rio de Janeiro para manipular opinião pública nas eleições de 2014 no Brasil. A estratégia seria semelhante à usada por russos nas eleições dos EUA. 
 
A reportagem reuniu vasto material com o histórico da atividade online de mais de 100 supostos fakes e identificou 13 políticos que teriam se beneficiado da atividade, dentre eles os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e Renan Calheiros (PMDB-AL) e o atual presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE). Não há evidências de que os políticos soubessem que o uso de perfis falsos fazia parte de um serviço de consultoria em redes sociais.
 
Parte desses perfis já vinha sendo pesquisada pelo Laboratório de Estudos sobre Imagem e Cibercultura (Labic) da Universidade Federal do Espírito Santo, coordenado pelo pesquisador Fábio Malini. "Os ciborgues ou personas geram cortinas de fumaça, orientando discussões para determinados temas, atacando adversários políticos e criando rumores, com clima de 'já ganhou' ou 'já perdeu'", explica Malini.  Os fakes, afirma, exploram o chamado "comportamento de manada" em que as pessoas tendem a seguir um líder.
 



Fotos do namorado de Fátima Bernardes e do cantor Luan Santana postadas por Evaristo Costa no Twitter

Postado por Marco Eusébio , 08 Dezembro 2017 às 11:00 - em: Principal

"Separados por uma Fátima" escreveu Evaristo Costa nas redes sociais ao postar fotos do namorado de Fátima Bernardes e do cantor Luan Santana. Alguns seguidores avaliaram que "nada a ver". Para outros, são quase gêmeos. E você, o que acha?