Campo Grande, Domingo , 20 de Agosto - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br
Oriundos da Juventude peemedebista em encontro 'casual': Juliano (Podemos), Ulisses (PMDB) e Odilon (PDT)

Postado por Marco Eusébio , 18 Agosto 2017 às 12:15 - em: Principal

Em temporada de articulações pré-eleitorais, três ex-integrantes da Juventude do PMDB, que hoje são presidentes municipais de seus respectivos partidos, se reencontraram nesta semana em Campo Grande: Juliano Gogosz (Podemos), Ulisses Rocha (PMDB) e o vereador Odilon Júnior (PDT). 




Depois de cair na pegadinha, Bruno Martins diz que vai mudar seu nome para 'Bruno do Gemidão'

Postado por Marco Eusébio , 18 Agosto 2017 às 11:00 - em: Principal

O vereador Bruno Martins (PSDB), presidente da Câmara da pequena cidade paulista de Votorantim, virou notícia nacional ao cair na pegadinha do "gemidão do WhatsApp" quando comandava sessão da Casa nesta semana ao abrir um vídeo enviado por um colega da oposição. O conhecido barulho do aplicativo quase chegou a interromper o discurso do vereador Adeilton dos Santos (PPS) sobre uma cervejaria que estava fechando uma rua da cidade para eventos. Martins tentou parar o "gemidão" e o celular caiu o chão. O vídeo viralizou na internet e o tucano levou a história com bom humor, dizendo que vai mudar seu nome político. "Agora é Bruno do Gemidão. Vou até me candidatar a deputado depois dessa", brincou. Veja o vídeo.




Postado por Marco Eusébio , 18 Agosto 2017 às 10:20 - em: Principal




José Rainha no acampamento Zumbi dos Palmares, do MPL, à margem do macroanel em Campo Grande

Postado por Marco Eusébio , 18 Agosto 2017 às 09:00 - em: Principal

A Frente Nacional de Lutas – Campo e Cidade, liderada pelo ex-líder do MST e dissidente do movimento, José Rainha, realiza nesta manhã de sexta-feira em Campo Grande seu Primeiro Encontro Estadual em Mato Grosso do Sul com um convidado importante para debater a retomada dos assentamentos rurais no estado: o presidente nacional do Incra, Leonardo Góes Silva. Marcado para iniciar às 9h, o evento acontece na sede do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol-MS) no Bairro José Abrão. 
 
"SEM CORES PARTIDÁRIAS"
 
José Rainha diz que o objetivo da FNL é "fazer de fato" a reforma agrária no Brasil pressionando o governo para que promova a distribuição de terras às famílias que querem produzir no campo, sem cores partidárias. Para Rainha, a agricultura familiar é um caminho para o Brasil sair da crise, por gerar trabalho, renda e desenvolvimento local. “Nosso lema é Terra, Trabalho e Liberdade. Vamos negociar com quiser conversar conosco para garantir a reforma agrária ao nosso povo mais humilde, sem preocupação com ideologia e questão partidária", afirma.



Postado por Marco Eusébio , 18 Agosto 2017 às 08:00 - em: Principal

O Globo - RJ
"Van do terror mata 13 no coração de Barcelona"
 
O Estado de S.Paulo - SP
"Terror em Barcelona deixa pelo menos 13 mortos e 100 feridos"
 
Folha de S.Paulo - SP
"Atentado com van mata 13 em centro turístico de Barcelona"
 
Correio do Estado - MS
"Custo com locação daria para comprar maquinário"
 
O Estado - MS
"Facção criminosa manda 'recado' para rival em vídeo"
 
A Gazeta - MT
"Governo garante recursos e evita que hospitais fechem"
 
Correio Braziliense - DF
"Terror tinge de sangue as ramblas do planeta"
 
A Tarde - BA
"Atentado terrorista deixa mortos e feridos na Espanha"
 
Estado de Minas - MG
"Barcelona, 17 de agosto de 2017"
 
Jornal do Commercio - PE
"Terrorismo sem fronteiras"
 
Zero Hora - RS
"Desemprego cai e RS tem a segunda menor taxa no país"
 
Diário Catarinense - SC
"Desemprego cresce e atinge 7,5% dos trabalhadores de SC"
 
Gazeta de Alagoas - AL
"Rombo na Previdência de Alagoas passa de R$ 1 bi"



Gilmar Mendes em palestra do seu IDP, onde lecionam os três aprovados pelo STF na lista para vaga no TSE

Postado por Marco Eusébio , 17 Agosto 2017 às 19:00 - em: Principal

O plenário do Supremo, por unanimidade, aprovou ontem lista tríplice de indicados a vaga de ministro substituto do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A lista inclui três advogados professores do Instituto Brasiliende de Direito Público: Carlos Bastide Horbach, Marilda de Paula Silveira e Fábio Lima Quintas. A propósito, nas suas resenhas de hoje, o site jurídico Migalhas lembra que, "coincidentemente" o presidente do TSE Gilmar Mendes "é sócio proprietário do referido instituto".




De Brasília, por telefone, Geraldo disse ao Blog que optou pela aposentadoria de médico em vez da parlamentar

Postado por Marco Eusébio , 17 Agosto 2017 às 16:45 - em: Principal

O deputado federal Geraldo Resende (PSDB-MS) agora é médico aposentado, aos 62 anos de idade, pelo serviço público estadual de Mato Grosso do Sul, com salário integral, conforme decreto do governador Reinaldo Azambuja publicado nesta semana no Diário Oficial. Questionado sobre críticas que circulam na internet sobre integrar a base de Michel Temer, cuja proposta da Reforma da Previdência original prevê 65 anos de idade e 49 de contribuição para aposentadoria integral, Geraldo respondeu hoje aqui ao Blog que poderia ter optado pela aposentadoria de deputado, cujo valor é três vezes maior do que os cerca de R$ 10 mil mensais que receberá como médico aposentado, mas preferiu se aposentar como servidor do Estado. E frisou que sua aposentadoria está dentro da lei. 
 
"Se somar os mandatos de vereador por Dourados, de deputado estadual e aqui no Congresso, eu já teria tempo para me aposentar quase que com o salário integral de um deputado federal (cerca de R$ 33 mil atuais). Como médico, atuei mais de 20 anos em postos de saúde na periferia e na zona rural de Dourados e conciliei o trabalho com meus mandados de vereador e de deputado estadual, atendendo quem estivesse na fila, quase sempre extrapolando o horário. Continuei pagando a previdência estadual (Ageprev) e abri mão da aposentadoria parlamentar", afirmou, por telefone, de Brasília, o deputado, informando que depois de se eleger federal pediu licença não-remunerada da atividade de médico.
 
Geraldo Resende lamentou críticas na internet dizendo que ele votou a favor da Reforma da Previdência. "A reforma nem foi votada ainda. As pessoas se acostumaram a criticar o político apenas por criticar, sem se informar. Mesmo votando, minha aposentadoria está dentro de todos os critérios, seja na atual legislação, seja na prevista pela reforma para me aposentar com proventos integrais, pois estarei na regra de transição 35 anos de trabalho e 62 anos de idade" disse o deputado, que também mandou uma mensagem de voz via WhatsApp. Ouça abaixo.




'Autismo só começou a ser identificado no Brasil há cerca de 10 anos', diz Paulo Siufi, autor do projeto

Postado por Marco Eusébio , 17 Agosto 2017 às 16:15 - em: Principal

Pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) deverão entrar na lista de prioridade no atendimento em filas de estabelecimentos comerciais, de serviços e similares em Mato Grosso do Sul, somando-se às gestantes, lactantes, mães com crianças de colo e portadores de necessidades especiais. Projeto neste sentido, de autoria do deputado Paulo Siufi (PMDB), foi aprovado em segunda votação por unanimidade hoje na Assembleia. Para virar lei, a matéria depende agora do governador Azambuja, que pode sancionar ou vetar a proposta. 




Roberta e os valiosos mimos que ela promete doar a Lula: ela agora promete dobrar o valor para R$ 1 milhão

Postado por Marco Eusébio , 17 Agosto 2017 às 15:00 - em: Principal

Proibida de fazer doar R$ 500 mil a Lula antes de pagar uma dívida de R$ 62 mil reclamada na justiça por uma loja de móveis, conforme decisão do juiz Felipe Albertini Nani Viaro, da 26ª Vara Cível de SP, a socialite Roberta Luchsinger, herdeira de um acionista do banco Credit Suisse, afirmou que vai dobrar sua doação para R$ 1 milhão para ajudar o ex-presidente que teve cerca de dez milhões de reais em planos de previdência privada e contas bancárias bloqueados pelo juiz federal Sérgio Moro. "É proibido doar ao Lula... mais essa agora rsrss... mas vem novidade aí... vou dobrar a doação", escreveu Roberta no Facebook onde tem acusado a Justiça de atuar contra o petista.




Usada na fabricação de telhas e caixas d'água, a fibra mineral extraída de rochas é considerada altamente cancerígena

Postado por Marco Eusébio , 17 Agosto 2017 às 14:00 - em: Principal

Projeto que proíbe o uso de produtos com amianto em Mato Grosso do Sul foi apresentado na Assembleia ontem. Autor da proposta, o deputado Eduardo Rocha (PMDB) diz que a fibra mineral natural extraída de rochas e usada na fabricação de telhas e caixas d'água é considerada altamente cancerígena está relacionada a cerca de 50% dos casos de câncer em ambiente de trabalho conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS). Já proibido em oito estados brasileiros, a decisão sobre o uso do produto aguarda julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF).