Campo Grande, Domingo , 18 de Fevereiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br
Comunicado do Exército para todas as organizações militares foi divulgado no Twitter nesta noite

Depois de reunião hoje com Michel Temer, acompanhado do general Braga Netto, interventor na segurança pública do Rio de Janeiro, o comandante do Exercito, general Villas Boas, mandou distribuir comunicado a todas as organizações militares do Brasil comunicado informando que na audiência com o presidente foram apresentados "alguns pontos que devem ser detalhados e regulamentados em Decreto Presidencial complementar". "O Comandante do Exército, em face da gravidade da crise, entende que a solução exigirá comprometimento, sinergia e sacrifício dos poderes constitucionais, das instituições e, eventualmente, da população", diz a nota. Leia a íntegra aqui no site do Exército Brasileiro.




Alcides Bernal conseguiu ter os bens desbloqueados no processo relativo à Seleta e a Omep

Postado por Marco Eusébio , 16 Fevereiro 2018 às 18:00 - em: Principal


Ranking elaborado pela Confederação Nacional da Indústria é liderado pelo Canadá e Brasil está em penúltimo

Postado por Marco Eusébio , 16 Fevereiro 2018 às 17:00 - em: Principal

O Brasil subiu do 11º para o 4º lugar no quesito disponibilidade e custo da mão de obra e avançou do 16º para o 15º lugar no quesito peso dos tributos em 2017. Mesmo assim, segue em penúltimo no ranking Competitividade Brasil 2017-2018, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), que é liderado pelo Canadá. No último lugar, está a Argentina, que pode superar o Brasil. O estudo mostra que, em 2017, o país vizinho superou o Brasil nos fatores ambiente macroeconômico e ambiente de negócios e segue na frente em três fatores - disponibilidade e custo de capital, infraestrutura e logística e educação.

"No ranking geral, o Brasil só não perdeu a posição para a Argentina, pois, nos fatores em que possui vantagens, o desempenho brasileiro ainda é muito superior ao argentino", constata a CNI. O gerente de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca, diz que o Brasil fez mudanças importantes em 2017, mas os demais países também estão avançando e conseguem se manter à frente na competitividade. "Para enfrentar os competidores, o Brasil precisa atacar problemas antigos e fazer as reformas que melhorem o ambiente de negócios e o ambiente macroeconômico", afirma Fonseca.




Autor: Por Eronildo Barbosa (*) , 16 Fevereiro 2018 às 16:15 - em: Falando Nisso

Li muitas histórias do político Wilson Martins que nos deixou nesta semana, aos 100 anos de vida. Todas apontam o profundo respeito que ele nutria pelas liberdades democráticas. 
 
Vejamos mais uma: um grupo de todos bancários fazia algumas pichações pelas ruas de Campo Grande, no início de 1964, em defesa das reformas de base. A polícia e a Ademat (Ação Democrática Mato-Grossense) não gostaram e prenderam os jovens. Poucos minutos depois apareceu Wilson Martins para soltar os bancários. Ela era filiado a UDN. A moçada foi liberada na mesma noite graças à intervenção de Wilson. Porém, seu partido, a UDN, o criticou publicamente pelo seu gesto. Lutar pelas causas democráticas foi o grande legado de Wilson e seu irmão Plínio Martins. 
 
WILSON MARTINS E OS COMUNISTAS II  
 
É verdade que Wilson Martins era amigo de alguns famosos comunistas de MS. Entretanto, na eleição para prefeito de Campo Grande em 1988, quando Plinio Martins foi candidato, ele deixou os comunas do PCB numa situação difícil. O diretório do PMDB decidiu excluir, sem uma razão plausível, o PCB da aliança para a disputar a prefeitura naquele ano. Essa decisão tirou a vaga quase que certa do combativo Fausto Matto Grosso na Câmara. O PCB foi forçado a lançar chapa pura e não conseguiu votos suficientes para eleger  um vereador. Se Wilson quisesse o PMDB faria aliança com o PCB. Ele mandava no partido."
 
(*Eronildo Barbosa da Silva, professor e historiador paraibano radicado em Campo Grande)



Em nota, OAB diz que estará atenta sobre mudanças legislativas alusivas a esse tema

Postado por Marco Eusébio , 16 Fevereiro 2018 às 15:00 - em: Principal

Sobre o projeto do Tribunal de Justiça que cria auxílio-transporte de até 20% do salário para juízes ativos de MS, aqui divulgado hoje, a diretoria da OAB-MS, acaba de divulgar nota em que afirma: "A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), ao tomar conhecimento pela imprensa de Projeto de Lei de iniciativa do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), remetido à Assembleia Legislativa, com o objetivo de implementar um auxílio denominado de 'auxílio transporte' entende que os ditos 'penduricalhos' não contribuem para que várias categorias, dentre elas a Magistratura, recebam uma remuneração justa e digna na medida de suas respectivas responsabilidades". A OAB acrescenta que "os chamados 'penduricalhos' aviltam as carreiras, transmitindo uma sensação equivocada de desequilíbrio financeiro por parte da sociedade sobre as categorias que compõem o sistema de justiça". Leia aqui a íntegra no site da Ordem.



Postado por Marco Eusébio , 16 Fevereiro 2018 às 14:30 - em: Principal




Atual vice-presidente, Tereza Cristina (MS) substituirá o deputado Nilson Leitão (MT) no comando da frente

Postado por Marco Eusébio , 16 Fevereiro 2018 às 13:20 - em: Principal


Postado por Marco Eusébio , 16 Fevereiro 2018 às 12:15 - em: Principal

Frisando que será uma eleição de poucos recursos, e que prefere o "poder do povo" do que o "poder econômico", o juiz aposentado Odilon de Oliveira deu início à organização da pré-campanha em Campo Grande em reunião na sede do PDT, na noite anterior, com lideranças movimentos sociais, de bairros e pré-candidatos. Em seu projeto de disputar o governo, Odilon  disse que a meta é formar núcleos de base, para mobilizar o maior número de filiados e voluntários, e pediu aos apoiadores para que compartilhem informações da sua pré-campanha no Facebook e em outras redes sociais e também via Whatsapp.




Depois do MP e a Defensoria conseguirem aprovar benefício em 2017, o TJ-MS agora quer auxílio-transporte para juízes

Postado por Marco Eusébio , 16 Fevereiro 2018 às 11:00 - em: Principal

Em meio à polêmica nacional sobre o auxílio-moradia para togados, em Mato Grosso do Sul, depois de integrantes do Ministério Público Estadual conseguirem aprovar no ano passado a Lei complementar 235, de 10 de maio de 2017 que cria auxílio-transporte para seus integrantes, assim como membros da Defensoria Pública; agora o Tribunal de Justiça quer o benefício para juízes em atividade. Conforme o site da Assembleia, o Projeto de lei (PL 007/2018), enviado à Casa na semana passada pelo TJ-MS, diz que o benefício pode chegar a até 20% do salário dos magistrados. Vale lembrar que, há um ano, o ministro Edson Fachin, do Supremo, manteve decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que cortou o auxílio-transporte de até 15% do salário para juízes do vizinho Mato Grosso, criado pelo TJ-MT. Leia aqui no site do STF.




Corrida da Paz promovida pelo Exército voltará a ser sediada no Parque das Nações Indígenas

Postado por Marco Eusébio , 16 Fevereiro 2018 às 10:15 - em: Principal

Campo Grande é uma das mais de 100 cidades brasileiras que vão sediar no domingo a 13ª edição da "Corrida da Paz" promovida em vários países pelo Conselho Internacional do Desporto Militar (CISM). Sem fins lucrativos, a corrida de 5km será a partir das 8h no Parque das Nações Indígenas, promovida pelo Comando Militar do Oeste (CMO), que espera mais de 1.000 participantes, entre militares e civis. A organização pede aos participantes que usem camiseta branca, em promoção da paz. Haverá também caminhada de 3 km e passeio ciclístico. As inscrições terminam hoje pelo site do CMO (clique aqui). A inscrição custa 1 kg de alimento não-perecível, a ser doado a instituições locais, ou uma lata de leite em pó para doação ao Hospital de Câncer Alfredo Abrão.