Campo Grande, Terça-Feira , 17 de Outubro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: pedro-kemp

Pedro Kemp (PT): 'líder do governo' de Azambuja por um dia na primeira e única sessão da semana na Assembleia

Postado por Marco Eusébio , 11 Outubro 2017 às 14:15 - em: Principal

Pouca gente percebeu... mas o deputado Pedro Kemp (PT) fez papel de "líder do governo" tucano de Reinaldo Azambuja ontem, ao pedir a inclusão de projeto do Executivo na ordem do dia da primeira e única sessão na Assembleia da semana de feriadão prolongado em MS que comemora seus 40 anos hoje e o feriado nacional da Padroeira do Brasil, amanhã. Por acordo dos líderes de bancadas o projeto foi aprovado em primeira votação, e reorganiza o Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência no Estado (Consep) e autoriza a eleição de seus novos conselheiros em novembro. 
 
Sobre a inusitada "liderança", bem-humorado, o oposicionista Kemp explicou aqui ao Blog: 
 
– "É que o líder do governo não estava presente e fui procurado pela presidente do conselho, que me pediu apoio explicando que esse projeto precisa passar pelas duas votações e ser sancionado pelo governador antes do final do mês, para regulamentar a eleição da próxima gestão no início de novembro."



Embora pretenda concorrer ao Senado, Zeca coloca seu nome junto com o de Damião e Kemp como opções para o governo

Postado por Marco Eusébio , 15 Setembro 2017 às 11:00 - em: Principal

O PT vai lançar no dia 7 de outubro, em Campo Grande, três opções para disputar o governo de Mato Grosso do Sul em 2018 – o ex-governador Zeca, o deputado estadual Pedro Kemp e o ex-reitor da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) Damião Duque de Farias. O evento deverá contar com a presença da presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann. Depois disso, serão realizados sete encontros regionais, para que um deles seja escolhido candidato. O anúncio foi feito pelo próprio deputado federal Zeca do PT, presidente estadual da sigla, ao jornal Correio do Estado.
 



Após manifestações contrárias, decreto normativo publicado hoje exclui veto a concentração de pessoas no Parque dos Poderes

Postado por Marco Eusébio , 31 Agosto 2017 às 13:00 - em: Principal

Diante de reações contrárias de sindicatos de servidores e de o deputado estadual Pedro Kemp (PT) propor reparo no texto e ameaçar acionar a Justiça (leia aqui) contra o decreto publicado ontem no Diário Oficial que vetava manifestações e protestos no Parque dos Poderes, sob argumento de preservar a área ambiental do centro político-administrativo de MS em Campo Grande, o governo recuou. Decreto normativo do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) publicado hoje "revoga o inciso V do capt do art. 2º" do decreto anterior que proibia a "concentração de pessoas, eventos ou reuniões, independemente de sua finalidade, sem prévia autorização da Secretaria de Governo" no Parque dos Poderes.




Acampamento de policiais civis em frente a Governadoria seria um dos motivos do decreto classificado por Kemp como 'ditatorial'

Postado por Marco Eusébio , 30 Agosto 2017 às 12:20 - em: Principal

Gerou polêmica decreto publicado hoje pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) que proíbe uso de aparelhos de som, apitos, queima de fogos, cartazes de propaganda e concentração de pessoas no Parque dos Poderes sem prévia autorização da Secretaria de Governo. A publicação diz que a medida visa "preservar o meio ambiente e a ordem e a segurança pública" na área de preservação ambiental onde estão sediados os três poderes estaduais em Campo Grande, mas sindicatos de servidores classificaram a proibição como censura aos protestos, como o acampamento realizado neste ano pelo Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol-MS) em frente à Governadoria. O deputado estadual Pedro Kemp (PT) anunciou hoje na Assembleia que vai fazer um decreto legislativo para eliminar o trecho que proíbe aglomerações de pessoas sem autorização do governo. Se a proposta não for aprovada, Kemp promete acionar a Justiça contra a medida que classifica como "ditatorial".




Siufi, Kemp, Corrêa, Kayatt e Rocha: cada deputado indicou dois servidores para colaborar com trabalhos da CPI

Postado por Marco Eusébio , 29 Junho 2017 às 15:30 - em: Principal

Servidores da Assembleia escalados para ajudar nos trabalhos da CPI que apura denúncias da JBS sobre emissão de notas frias e pagamento de propinas a governantes para obter incentivos fiscais em Mato Grosso do Sul não vão receber por eventuais horas extras, que serão compensadas em um "banco de horas" para que o funcionário possa folgar na sequência. A proposta do deputado Eduardo Rocha (PMDB) foi aprovada ontem pelos demais deputados da comissão: Paulo Correa (PR) presidente, Flávio Kayatt (PSDB) relator, Paulo Siufi (PMDB) e Pedro Kemp (PT). Cada um deles indicou dois servidores para auxiliar os serviços.




Pedro Kemp propõe projeto educativo em lugar da Lei Harfouche que pune infratores proposta por Lídio

Postado por Marco Eusébio , 18 Junho 2017 às 09:30 - em: Principal

Contrário à chamada "Lei Harfouche", projeto do deputado Lídio Lopes (PP) que prevê punição a alunos infratores em escolas de MS, o deputado Pedro Kemp (PT) propôs projeto alternativo, sem caráter punitivo que visa coibir a violência escolar de forma educativa (leia aqui) - proposta rejeitada por Lídio. Você apoia qual das iniciativas? Opine (conectado ao Facebook) à direita na nova Enquete da Semana do Blog!




Lídio Lopes vê proposta de Kemp ineficaz 'sem punições' e classifica iniciativa do petista como 'revanchismo'

Postado por Marco Eusébio , 16 Junho 2017 às 13:30 - em: Principal

Autor da "Lei Harfouche" que prevê punições a alunos infratores nas escolas da rede estadual de MS, o deputado Lídio Lopes (PEN) classificou como "revanchismo" a ideia do deputado Pedro Kemp (PT) de substituir sua proposta com um projeto alternativo (leia aqui) e disse que não haverá acordo com o petista. Para Lídio, sem punição como propõe Kemp, a lei não surtirá efeito na prática como espera a sociedade.

Ao site Campo Grande News, Lopes disse que isso "é chover no molhado, já que a proposta é baseada no programa da Justiça Restaurativa, que não surtiu efeitos que se precisa nas escolas". "Se trata mais de um revanchismo à Lei Harfouche", acrescentou, prometendo lutar para que a Lei Harfouche volte ao plenário e seja aprovada na Assembleia.

A proposta original está sendo alterada. Deve incluir escolas particulares e retirar o nome de Sérgio Harfouche da lei. Assim como Lídio, o promotor de justiça da Infância e da Adolesência é pastor evangélico, o que, além das punições, seria um dos principais motivos da resistência de petistas.




Pedro Kemp prepara um projeto alternativo à Lei Harfouche proposta pelo deputado Lídio Lopes (PEN)

Postado por Marco Eusébio , 15 Junho 2017 às 13:30 - em: Principal

Depois de avaliar como inconstitucional a chamada "Lei Harfouche" que prevê punições para adolescentes infratores nas escolas da rede pública estadual de MS, o deputado Pedro Kemp (PT), presidente da Comissão de Educação da Assembleia, está elaborando um projeto alternativo. Sua proposta também abrange escolas particulares, "retira o caráter punitivo e trabalha a violência e a indisciplina na escola do ponto de vista educacional" e "apresenta princípios da justiça restaurativa para a solução de conflitos e reparação de danos ao ambiente escolar", disse Kemp ao Blog. Para debater a matéria, o deputado convidou representantes dos conselhos de Educação, de Direitos da Criança e do Adolescente, estudantes, pais, entidades sindicais como ACP e Fetems, Secretaria de Educação estadual, Defensoria Pública e juristas. Depois da primeira reunião ontem, o grupo voltará a se encontrar na próxima quarta-feira, às 14h, na sala de reuniões da presidência da Assembleia. Em vídeo postado no Facebook, Kemp fala sobre o assunto. Veja abaixo.

 




Ex-prefeita de Eldorado, Mara disse que foi chamada de 'cigarreira' em alusão ao contrabando de cigarros na região

Postado por Marco Eusébio , 06 Junho 2017 às 14:00 - em: Principal


Deputados Pedro Kemp (PT) e Mara Caseiro (PSDB) batem-boca no plenário durante protesto de servidores