Campo Grande, Sábado , 24 de Junho - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: renuncia

Temer em maio, depois de anunciar que não iria renunciar: pouco antes tinha dois discursos em mãos

Postado por Marco Eusébio , 19 Junho 2017 às 14:30 - em: Principal

Do Gabriel Mascarenhas no blog Radar da Veja:
 
"No dia 18 de maio, menos de 24 horas após o Brasil conhecer os estragos provocados pela delação de Joesley Batista, Michel Temer escolheu um tom incisivo e um semblante raivoso para avisar ao país que não renunciaria.
 
'Não renunciarei. Repito: não renunciarei', disse na ocasião.
 
A convicção que tentou demonstrar às câmeras contrastava com a hesitação que o sacudia momentos antes do pronunciamento.
 
Reunido com seu núcleo duro, ele ouviu a sugestão de um auxiliar para entregar a cadeira e convocar eleições gerais para novembro.
 
O presidente não só gostou da ideia, como mandou que fosse escrito um discurso com esse conteúdo. O texto foi preparado e entregue. Moreira Franco, porém, não se conformava e tentava convencê-lo a não renunciar.
 
Dizia: 'A gente vai caminhando, se acochambrado e vamos superar'.
 
Como se sabe, a tese de Moreira venceu. O que ninguém sabe é que pouco antes de subir no púlpito do Palácio do Planalto, Temer tinha dois textos nas mãos. A dúvida sobre um ou outro foi até o final."



Michel Temer e Eunício de Oliveira: daqui não saio, daqui ninguém me tira

Postado por Marco Eusébio , 05 Junho 2017 às 09:00 - em: Principal

Outra do Lauro Jardim em blog no O Globo:
 
"Michel Temer ainda não piscou.
 
Não admite renúncia nem em reuniões a dois com velhos aliados. Eunício Oliveira teve, na quarta-feira à noite, uma conversa com Temer e abordou, com jeito, a possibilidade de o presidente deixar o cargo.
 
Temer foi enfático em sua resposta sem mesóclises ao presidente do Senado.
 
– Fique tranquilo, não vou renunciar, não vou sair. Vou recorrer até o fim. Se quiserem que eu saia, têm que me matar."



Alvo da delação da JBS, Aécio Neves deixa presidência nacional do PSDB

Postado por Marco Eusébio , 18 Maio 2017 às 16:45 - em: Principal

Sob pressão, depois de ser afastado do cargo de senador pelo Supremo, Aécio Neves anunciou há pouco que está se "licenciando' da função de presidente nacional do PSDB. Em consenso das bancadas do partido na Câmara e no Senado, o senador Tasso Jereissati (CE) foi indicado para comandar a sigla.
 
Veja abaixo o comunicado de Aécio enviado de Brasília pelo jornalista Clodoaldo Silva ao Blog:
 
"Comunicado do senador Aécio Neves, presidente nacional do PSDB
 
Em razão das ações promovidas no dia de hoje contra mim e minha família, quero afirmar que, a partir de agora, minha única prioridade será preparar minha defesa e provar o absurdo dessas acusações e o equívoco dessas medidas.
 
Me dedicarei diuturnamente a provar a minha inocência e de meus familiares para resgatar a honra e a dignidade que construí ao longo de meus mais de trinta anos de vida dedicada à política e aos mineiros em especial.
 
O tempo permitirá aos brasileiros conhecer a verdade dos fatos e fazer ao final um julgamento justo.
 
Para isso, decidi licenciar-me hoje da Presidência do PSDB que ocupo há mais quatro anos com extrema honra e dedicação. O Brasil precisa que o PSDB continue a ser o fiador das importantes reformas que vêm mudando o país.
 
Depois de ouvir inúmeros companheiros e seguindo o que determina o nosso Estatuto, estou apresentando à Executiva o nome do senador Tasso Jereissati, do PSDB do Ceará, para assumir nessa interinidade a presidência do partido.
 
Estou seguro de que, sob seu comando, com o apoio de nossos governadores e prefeitos, de nossas bancadas no Senado e na Câmara, dos nossos diretórios estaduais, de nossos líderes municipais e de todos nós, ele fará o partido seguir de forma firme e corajosa sua vitoriosa trajetória.
 
Aguardarei com firmeza e serenidade que as investigações ocorram e estou certo de que, ao final, como deve ocorrer num país onde vigora o Estado de Direito, a verdade prevalecerá e a correção de todos os meus atos e de meus familiares será reconhecida.
 
Senador Aécio Neves
Presidente Nacional do PSDB"



Postado por Marco Eusébio , 18 Maio 2017 às 15:16 - em: Papo de Arquibancada

"Não renunciarei!" anunciou Michel Temer em curto pronunciamento sobre a denúncia da delação premiada do dono da JBS, Joesley Batista, que, com gravação, o acusa de ter avalisado a "compra do silêncio" de Eduardo Cunha, preso em Curitiba. Temer disse que tentou desde ontem conhecer o conteúdo da delação contra ele, "mas até o presente momento não o consegui".

Afirmou que seu "governo viveu nesta semana seu melhor e seu pior momento" citando o otimismo na economia que melhorava e as reformas que avançavam no Congresso. Disse que a conversa citada por Joesley foi "gravada clandestinamente", e que todo o "imenso esforço de tirar o país de sua maior recessão pode se tornar inútil".

Reafirmou que nunca autorizou que se comprasse o "silêncio de ninguém", até porque, destacou, não tem "nada a esconder". Temer exigiu uma "investigação plena e muito rápida para esclarecimento ao povo brasileiro", salientando que essa situação de "dúvida não pode persistir por muito tempo".

Por fim declarou: "Não renunciarei!" Veja baixo o vídeo: