Campo Grande, Segunda-Feira , 11 de Dezembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: reinaldo-azambuja

Rafael, Gabriel David (presidente da JPSDB-MS), Beto Pereira, Priscila Cruz e Ítalo Gusmão antes de embarcar para Brasília

Postado por Marco Eusébio , 09 Dezembro 2017 às 20:00 - em: Principal

A Juventude do PSDB nacional elegeu na madrugada deste sábado, em Brasília, sua nova comissão executiva para o biênio 2018-2019 que tem como presidente o estudante Marcos Saraiva (SP) e como primeiro-vice presidente Rafael Rodrigues, de Campo Grande, secretário de Formação Política da JPSDB-MS. A eleição, marcada por atrasos e tensão, foi além de uma simples disputa de jovens, pois marcou mais uma derrota interna do grupo ligado ao senador Aécio Neves. Apoiada pelos governadores Geraldo Alckmin (SP), Reinaldo Azambuja (MS) e pelo senador Tasso Jereissati (CE), a chapa vencedora derrotou a apoiada por Aécio, pelo agora ex-ministro Antonio Imbassahy (BA) e pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio.



Comitiva de MS votou unânime em Alckmin, eleito hoje presidente nacional do PSDB em Brasília

Postado por Marco Eusébio , 09 Dezembro 2017 às 15:30 - em: Principal

O governador Geraldo Alckmin (SP) foi eleito neste sábado presidente nacional do PSDB para os próximos dois anos, por 470 votos a favor, três contra e uma abstenção, na convenção da sigla, em Brasília. Sua principal missão será tentar fazer decolar sua segunda candidatura à Presidência da República em 2018. 
 
Para isso, Alcmin terá de buscar unificar o partido, que passou por séria crise interna neste ano. Desde maio, Aécio Neves (MG) se licenciou da presidência após o escândalo da gravação em que pede R$ 2 milhões a Joesley Batista da JBS, o PSDB esteve sob comando provisório de quatro vice-presidentes. Aécio, inclusive, foi vaiado hoje ao chegar na convenção do partido em Brasília.
 

Embora o governador Reinaldo Azambuja não tenha participado do evento, a comitiva de delegados tucanos de MS, que incluiu o presidente da sigla deputado estadual Beto Pereira, a deputada Mara Caseiro, a vice-governadora Rose Modesto e o secretário Eduardo Riedel, votou unânime no novo presidente. A fase de efeito de Alcmin ao assumir o comando do PSDB foi "indignação e coragem para mudar o Brasil". Veja o vídeo.




Azambuja autorizou hoje a redução do ICMS do leite para indústrias de 10,2% para 1,4% válida a partir de sexta-feira

Postado por Marco Eusébio , 07 Dezembro 2017 às 15:30 - em: Principal


'Vamos salvar o Taquari', disse Reinaldo Azambuja após reunião de ontem com ministro Sarney Filho em Brasília

Postado por Marco Eusébio , 06 Dezembro 2017 às 17:30 - em: Principal

Até março de 2018, o governo federal lançará o edital de chamamento público para captar recursos, via conversão de multas ambientais devidas por terceiros à União, que serão investidos na recuperação e preservação da bacia hidrográfica do rio Taquari, em Mato Grosso do Sul. O compromisso foi assumido pelo ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho, em reunião com o governador Reinaldo Azambuja, ontem, na Câmara dos Deputados. O processo será definido após a formatação do programa de intervenção no Taquari, que sofre há décadas um dos maiores desastres ambientais do Brasil. O Instituto do Meio Ambiente de MS (Imasul) prevê que as intervenções ambientais, sociais e econômicas vão consumir cerca de R$ 700 milhões a longo prazo.




Pedro Taques, Tião Viana, Evo Morales, Reinaldo Azambuja e Confúcio Moura posam para foto após reunião hoje em Brasília

Postado por Marco Eusébio , 05 Dezembro 2017 às 14:20 - em: Principal

Mato Grosso do Sul deve ampliar, a partir do início de 2018, a compra direta do gás natural boliviano dos atuais 600 mil m³ por dia para 2 milhões de m³/dia, para a termelétrica que está sendo implantada na divisa de Corumbá e Ladário. O acordo foi definido hoje pelo governador Reinaldo Azambuja, em reunião com Evo Morales, em Brasília, onde o presidente da Bolívia faz nesta terça-feira visita oficial a Michel Temer. Participaram do encontro os governadores Pedro Taques (MT), Confúcio Moura (RO) e Tião Viana (AC), estados que também fazem fronteira com a Bolívia e têm interesse no gás. O acordo será oficializado em Puerto Ustarez (Beni), no dia 30 de janeiro. "Vamos firmar o memorando de entendimento, que vai ter aval do governo federal, e com isso o estado ganha uma fonte de energia competitiva para atrair novos investimentos", disse Azambuja. "O Governo do Estado repassará o gás à iniciativa privada, sem onerar os cofres públicos e gerando receita com a venda e a arrecadação (12%) do ICMS", emendou.




Em coletiva com participação de deputados e da Fecomércio, Azambuja anunciou calendário de pagamentos dos servidores

Postado por Marco Eusébio , 04 Dezembro 2017 às 14:30 - em: Principal

Reinaldo Azambuja anunciou nesta segunda-feira que o salário dos servidores de Mato Grosso do Sul referente a novembro foi creditado hoje e estará disponível nesta terça para saques, informou que o décimo-terceiro será liberado no dia 14 para reforçar as vendas de Natal do comércio, e que a folha de dezembro estará disponível no dia 4 de janeiro. No total, explicou, serão colocados em circulação R$ 1,5 bilhão que devem aquecer a economia regional no período. "Isso mostra o quanto foi importante as atitudes que tomamos, algumas impopulares até, para sermos hoje um dos poucos estados brasileiros que consegue cumprir com o calendário e com a obrigação do pagamento dos seus servidores, e manter investimentos", disse o governador, citando, como exemplo, a lei que fixou o teto de gastos. "Hoje somos um Estado responsável, todos os poderes só vão gastar aquilo que arrecada, e isso dá uma estabilidade ao poder público", acrescentou, em coletiva de imprensa que contou com participação do presidente da Fecomércio, Edson Araújo, e deputados.



Beto Pereira conversa com Marun na convenção do PMDB, onde também esteve o vereador João César Mato Grosso (à direita)

Postado por Marco Eusébio , 02 Dezembro 2017 às 15:45 - em: Principal

A presença dos dois importantes dirigentes tucanos foi simbólica na convenção do PMDB que elegeu o ex-governador André Puccinelli à presidência para conduzir o partido nas eleições de 2018. Prestigiaram o evento o deputado estadual Beto Pereira, presidente regional do PSDB, e o vereador João César Mato Grosso, que preside a sigla na Capital.
 
Beto Pereira alegou à imprensa que estava ali como sinal de gratidão pelo apoio da bancada do PMDB ao governador Azambuja (PSDB) na Assembleia. Muita gente, entretanto, entendeu como um sinal de que os dois partidos poderão voltar a se unir nas eleições do ano que vem.
 
Para alguns, essa união seria improvável, já que o PMDB garante que terá candidatura própria à sucessão de Azambuja. Uma fonte bem informada, entretanto, confidenciou ao Blog que tal aliança, que já foi tradicional em outras eleições, pode, sim, vir a se repetir. "Se os principais cotados ao governo dos dois partidos não forem para a disputa".
 
Isso, só o tempo dirá.



Governadores Azambuja (MS), Beto Richa (PR) e Geraldo Alckmin (PR) durante o evento da Ferroeste em SP

Postado por Marco Eusébio , 29 Novembro 2017 às 16:40 - em: Principal

A ferrovia que vai ligar Dourados (MS) ao Porto de Paranaguá (MS) levará a produção agropecuária de Mato Grosso do Sul a uma nova fronteira de competitividade. A avaliação foi feita pelo governador Reinaldo Azambuja, que, juntamente com o governador Beto Richa (PR) lançou hoje em São Paulo, o edital de chamamento para empresas do setor de logística se manifestarem para a elaboração de estudos de viabilidade econômica da ferrovia. 
 
"Nosso grande gargalo é a logística. Não tenho dúvidas de que a construção desse modal ferroviário é o caminho para aumentar a competitividade da produção, ampliar a oferta, os dividendos aos produtores e agregar valor aos nossos produtos", disse Azambuja. O evento no Hotel Sheraton contou com o governador de SP, Geraldo Alckmin, e a prefeita Délia Razuk, de Dourados. 
 
Juntos, Mato Grosso do Sul e Paraná respondem por cerca de 30% de toda a produção de grãos do País. Com mil quilômetros de extensão, 250 km já prontos ligando as cidades paranaenses de Cascavel e Guarapuava, a ferrovia tem os estudos de viabilidade orçados em R$ 25 milhões e o custo estimado da obra é de R$ 10 bilhões.



Coronel David (à esquerda), um dos votos contrários à proposta do governo aprovada hoje na Assembleia

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) ainda não decidiu quem vai para a Secretaria de Justiça e Segurança (Sejusp) quando o atual secretário Barbosinha voltar a ocupar sua cadeira na Assembleia para poder disputar a reeleição em 2018. Mas o voto de hoje contra a reforma da previdência proferido pelo cotado Coronel David "tem um significado", cantou ao Blog fonte de alta plumagem do ninho tucano.




Reinaldo Azambuja e o ministro da Saúde, Ricardo Barros, durante audiência ontem em Brasíli

Postado por Marco Eusébio , 28 Novembro 2017 às 09:00 - em: Principal

O governador Reinaldo Azambuja se reuniu ontem, em Brasília, com o ministro Ricardo Barros (Saúde), e cobrou a liberação de R$ 45 milhões, já acertados com o governo federal, para compra de equipamentos e custeio de hospitais da rede pública de MS. R$ 30 milhões serão para equipar os hospitais de Três Lagoas, Corumbá e Dourados, e aquisição de alguns aparelhos para o Hospital do Trauma da Santa Casa e o Hospital de Câncer, ambos de Campo Grande. Os R$ 15 milhões restantes são para custeio das unidades de saúde da rede pública. Reinaldo também se encontrou com o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, para saber da saúde de Michel Temer, que passou por cirurgia de desobstrução de artérias no fim de semana e teve alta ontem e disse que torce pela rápida recuperação do presidente.