Campo Grande, Quarta-Feira , 21 de Fevereiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: reforma-da-previdencia

Temer e a nova pauta de prioridades enviada a todos seus chefes de primeiro, segundo e terceiro escalões

Postado por Marco Eusébio , 20 Fevereiro 2018 às 09:00 - em: Principal

O governo anunciou a suspensão da tramitação da reforma da Previdência no Congresso, impossibilitada devido à intervenção federal no Rio conforme prevê a Constituição, e anunciou ontem agenda com 15 pontos que passa a ser a Pauta Pioritária (veja acima) do Planalto, que inclui a privatização da Eletrobras, a autonomia do Banco Central e a simplificação da cobrança do PIS/Cofins.




Maia falou com a imprensa hoje no Rio: 'só vou tratar de qualquer emenda depois de ouvir o Supremo'

Postado por Marco Eusébio , 17 Fevereiro 2018 às 17:30 - em: Principal

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse neste sábado que vai consultar o Supremo para saber se é possível ou não votar a reforma da Previdência enquanto houver intervenção federal no Rio de Janeiro. Embora a Constituição brasileira não permita que seu texto seja alterado enquanto algum Estado estiver sob intervenção da União, Maia avalia que a proposta de emenda (PEC) possa até ser votada, mas, não poderá ser promulgada, alterando a Constituição, enquanto vigorar a intervenção. Mesmo assim, acredita que o entendimento dos ministros do STF possa ser diferente e quer consultar a Corte antes de decidir colocar, ou não, a proposta em pauta. "Eu só vou tratar de qualquer emenda constitucional depois que eu discutir com o Supremo", disse o deputado à imprensa, após reunião convocada por Michel Temer para tratar da intervenção no Rio, no Palácio Guanabara, sede do governo fluminense, com o governador Luiz Fernando Pezão, o general interventor Braga Netto, e o prefeito Marcelo Crivella. (Com Agência Brasil)




Marun diz que sem reforma da Previdência projeto eleitoral de Michel Temer ficaria 'menos viável'

Postado por Marco Eusébio , 12 Fevereiro 2018 às 18:00 - em: Principal

Michel Temer é candidato a presidente da República? Indagado pelo jornal gaúcho Zero Hora, o ministro Carlos Marun (Secretaria de Governo respondeu: "Sim, pode ser. Vai depender de muitas coisas, inclusive o Brasil que vamos ter no início de março. Seremos um Brasil em crescimento. Com a reforma, essa ascensão vai se tornar mais forte. Sem a reforma, tende a diminuir. Com a reforma, nosso projeto eleitoral se torna mais viável. Sem a reforma, nosso projeto se torna menos viável".
 
O jornal questionou: "Sem reforma, não é candidato?". Marun ponderou: "Não chegaria a ser tão fatalista. Pensamos que o grupo de partidos que apoia o governo tenha posição conjunta nas eleições. Pode apoiar um candidato do grupo, hoje estão postos o Rodrigo Maia (presidente da Câmara) e o Henrique Meirelles (ministro da Fazenda). Pode ser o presidente Temer. Hoje ele não quer, mas pode se animar, entendeu? Outra possibilidade é apoiar candidato de fora, que tenha visão de sociedade semelhante à nossa."
 
Leia aqui a íntegra no site GaúchaZH.



Copom sinalizou que juros podem cair mais em março, se cenário melhorar, o que significa Previdência reformada

Postado por Marco Eusébio , 08 Fevereiro 2018 às 09:00 - em: Principal

O Banco Central reduziu de 7% para 6,75% ao ano a taxa básica de juros, que ontem caiu pela 11ª vez seguida e atingiu o menor índice desde que foi criada, em 1996. O Comitê de Política Monetária (Copom) do BC sinalizou, entretanto, que, daqui para a frente, nova redução pode ocorrer em março, se o cenário melhorar. Para economistas, essa melhora depende da aprovação da reforma da Previdência. Ao cidadão, apesar das quedas na Selic, a taxa média de juros no Brasil continua alta: a de operações de crédito no ano passado foi de 25,6% ao ano; o juro do rotativo de cartão de crédito chegou a 334,6% ao ano; e o do cheque especial a 323%. (Com Estadão)




Pepe Vargas, presidente do PT gaúcho que deve R$ 7,13 mi ao INSS: 'Não adianta negociar tudo de uma vez e não conseguir pagar'

Postado por Marco Eusébio , 05 Fevereiro 2018 às 15:30 - em: Principal

Políticos contrários à reforma da Previdência afirmam que o governo ignora os R$ 426 bilhões que empresas devem ao INSS e só ataca os gastos com benefícios. Com o valor sonegado, afirmam, daria para pagar duas vezes o rombo esperado para 2018, de R$ 192,8 bilhões. Os políticos favoráveis às mudanças não cansam de lembrar que o país perde bilhões todos os anos devido à desatualização das regras. O que os dois lados esquecem de mencionar é que partidos políticos devem R$ 12,9 milhões à Previdência Social, segundo dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN). O líder do ranking dos partidos devedores é o PT, crítico da reforma, que, entre municípios e estados, acumula débito de R$ 8,1 milhões, a maior parte do diretório gaúcho. Mas o calote não tem ideologia: o vice-líder é o DEM, defensor da reforma, que soma R$ 1,68 milhão, a maior parte da dívida do diretório do Sergipe. Leia mais aqui no jornal Estado de Minas.




Em anúncio do governo, mulher faz perguntas a um homem que dá quase sempre a mesma resposta

Postado por Marco Eusébio , 03 Fevereiro 2018 às 15:00 - em: Principal

O governo Michel Temer copiou anúncio do Posto Ipiranga em propaganda a favor da reforma da Previdência. A gravação mostra uma mulher fazendo perguntas sobre aposentadorias de "privilegiados" do setor público a um homem que sempre responde "Posto da Previdência". Por fim, a mulher indaga onde encontrar uma "Previdência justa, com todos trabalhando igual e recebendo igual?" e o homem responde: "Ah, aí é só com a reforma da Previdência, uai!". O site Poder360, que reproduziu o vídeo abaixo, diz que ainda não se sabe se o Planalto pagou os direitos para usar a ideia criadapela agência que atende o Posto Ipiranga.




Azambuja: 'Nós podemos trabalhar e devolver as riquezas para toda a sociedade ou vamos ficar na retórica'

Postado por Marco Eusébio , 02 Fevereiro 2018 às 09:00 - em: Principal

Com um déficit previdenciário que ficou entre 6,5% e 13% da Receita Corrente Líquida em 2015, conforme o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), Mato Grosso do Sul é um dos estados que se preocupa com a situação do setor. Para o governador Reinaldo Azambuja, o estado só vai avançar quando forem aprovadas mudanças nas regras de aposentadoria. "Queremos avanços importantes, como é agora a tão necessária reforma da Previdência. Ou o Brasil toma ciência de que nós não podemos trabalhar só para o setor público. Nós podemos trabalhar e devolver as riquezas para toda a sociedade ou vamos ficar na retórica de uma discussão sem os avanços necessários", destacou.
 
Só em 2016, o Regime Geral de Previdência Social (RGPS) em MS emitiu 369.463 benefícios. Em 23 anos, a participação de pessoas que recebiam pensões ou aposentadorias subiu de 5,4% em 1992, para 10,7% em 2015. Os dados foram levantados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, a PNAD. A votação da matéria está agendada para este mês e ainda encontra resistências na Câmara. O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, diz que o intuito é disseminar a informação de que a reforma é fundamental ao desenvolvimento da economia nacional. "Temos conversado com lideranças empresariais, lideranças políticas, lideranças religiosas e parlamentares em relação à necessidade dessa aprovação", afirmou. (Com Agência do Rádio Mais)



Dyogo Oliveira, ministro do Planejamento: 'A Previdência é o maior mecanismo de concentração de renda do Brasil'

Postado por Marco Eusébio , 31 Janeiro 2018 às 17:30 - em: Principal

– "A Previdência é o maior mecanismo de concentração de renda do Brasil" afirmou o ministro Dyogo Oliveira (Planejamento), em evento promovido ontem pelo O Globo, quando informou que há ainda cinco pensões pagas a familiares de militares que lutaram a Guerra do Paraguai, encerrada há 148 anos, diz o Lauro Jardim em blog do jornal.




Número de aposentados por tempo de contribuição cresceu 5,5% em 2017. Especialistas avaliam que é temor da reforma

Postado por Marco Eusébio , 30 Janeiro 2018 às 09:00 - em: Principal


Silvio Santos gravou programa com Michel Temer que foi levado ao ar na noite anterior pelo SBT

Postado por Marco Eusébio , 29 Janeiro 2018 às 13:30 - em: Principal

A participação de Michel Temer no programa Silvio Santos em que o presidente defendeu a reforma da Previdência, que havia sido grava e foi levada ao ar na noite anterior pelo SBT, repercutiu nas redes sociais. No Twitter, a maior parte das mensagens foram negativas ao governo e a hastag #SilvioSantos ficou nos trends topics mundiais, os assuntos mais comentados da rede social. E os internautas não pouparam memes sobre a entrevista, como estes abaixo: