Campo Grande, Domingo , 18 de Fevereiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: psdb

Questionado pela imprensa, Azambuja afirmou que André quer 'ganhar por W.O.,não quer disputar a eleição'

Postado por Marco Eusébio , 15 Fevereiro 2018 às 12:45 - em: Principal

 
"Eu acho que eleição você não escolhe adversários", disse Azambuja. "Ele quer, praticamente, fazer uma aliança que elimine a possibilidade da disputa", emendou. O tucano agradeceu o convite, mas frisou que "de forma alguma aceitaria". "Espero que ele dispute as eleições e dê a oportunidade para o povo escolher. Ninguém deve ganhar no W.O., W.O é muito feio". 
 
Questionado se estava confirmando sua candidatura à reeleição, o governador afirmou que essa decisão cabe ao seu partido, mas "com certeza o PSDB terá uma candidatura ao governo do Estado". As declarações à imprensa foram feitas na Escola Estadual Lino Villachá, após entrega de uniformes e kits escolares à alunos na volta às aulas da rede estadual. Ouça a íntegra do que disse Azambuja no áudio abaixo.




Postado por Marco Eusébio , 14 Fevereiro 2018 às 14:45 - em: Principal

Nas eleições deste ano em MS, o PSDB deveria deixar as vagas ao Senado para atrair aliados para tentar reeleger o governador Azambuja, ou lançar um dos tucanos de olho na candidatura: os secretários Eduardo Riedel (Governo), Marcelo Miglioli (Infraestrutura); e o deputado federal Geraldo Resende? Opine votando (conectado ao Facebook) à direita, na nova Enquete do Blog!




André Puccinelli na rádio CBN: 'Olha só que chapa boa... André pré-candidato ao Governo, Odilon de vice e Reinaldo de Senado'

Postado por Marco Eusébio , 08 Fevereiro 2018 às 15:30 - em: Principal

"Olha só que chapa boa... André pré-candidato ao Governo, Odilon de vice e Reinaldo de Senado. Tá topada". A hipotética chapa foi sugerida pelo ex-governador André Puccinelli (MDB) ao fim de entrevista hoje ao radialista Otávio Neto, na rádio CBN de Campo Grande, em que reiterou que vai até o fim no projeto de voltar a disputar o Governo de MS neste ano, negando suposições de que poderia concorrer ao Senado ou à Câmara para assegurar foro privilegiado numa eleição "mais fácil". Na entrevista, André falou de pré-campanha iniciada em Costa Rica, respondeu sobre ter como adversários na eleição o atual governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o juiz aposentado Odilon de Oliveira (PDT), disse que "essas inverdades que assacam contra mim não tiveram denúncia formalizada, eu entendo que foi mais uma ação política do que uma ação de direito" (em referência à Lama Asfáltica), e respondeu sobre a paternidade do inacabado Aquário do Pantanal citando parabóla de suposta decisão do rei Salomão diante de duas mães que disputavam um filho. Veja a íntegra no vídeo abaixo:




Kassab e Marquinhos Trad: 'Repito: tenho convivência harmoniosa e administrativa com Reinaldo e Miglioli'

Postado por Marco Eusébio , 06 Fevereiro 2018 às 16:15 - em: Principal

– "De forma alguma! Kassab me conferiu autonomia absoluta para dar destino ao PSD nessas eleicoes 2018 em nosso estado. Repito: tenho convivencia harmoniosa e administrativa com Reinaldo e Marcelo Miglioli".

 

Resposta que o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), acaba de dar ao Blog, ao ser indagado sobre a afirmação feita pelo empresário Antonio João Hugo Rodrigues, ex-presidente regional de seu partido, no Facebook, de que o ex-governador André Puccinelli teria ganho seu apoio na campanha em MS por ordem de Gilberto Kassab (veja abaixo).




Azambuja cumprimenta o presidente da Assembleia Júnior Mochi na sessão de hoje que abriu o ano legislativo em MS

Postado por Marco Eusébio , 06 Fevereiro 2018 às 13:00 - em: Principal

– "Só comento isto depois do carnaval".
 
Governador Reinaldo Azambuja, em resposta aqui ao Blog, ao ser indagado sobre a declaração do deputado e presidente regional do PSDB Beto Pereira, que afirmou hoje, no início do ano legislativo na Assembeia em sessão solene com a presença do governador, de que o partido já tem candidato ao governo, em referência ao projeto de reeleição do tucano.



FHC lançará em abril seu novo livro, intitulado 'Crise e reinvenção da política no Brasil'

Postado por Marco Eusébio , 06 Fevereiro 2018 às 09:00 - em: Principal

Fernando Henrique cardoso concluiu seu mais novo livro que será lançado em abril pela editora Companhia das Letras. Na obra intitulada "Crise e reinvenção da política no Brasil", o tucano escreve sobre os problemas que o país tem que enfrentar e propõe saídas para eles, diz Lauro Jardim em blog no O Globo. Entretanto, quem gosta de ler e tem memória, deve ficar desconfiado com suas sugestões. Depois de inventar a reeleição e se tornar o primeiro presidente reeleito em 1998, FHC declarou em entrevistas aos principais órgãos de imprensa do País: "O PT deveria se preparar para ocupar o poder daqui há quatro anos". E aconteceu que... sua "profecia" se cumpriu.




Em ato com participação de Azambuja e demais lideranças tucanas, Marcelo Iunes assinou hoje a ficha de filiação ao PSDB

Postado por Marco Eusébio , 31 Janeiro 2018 às 16:15 - em: Principal

Ao participar hoje do ato de filiação de Marcelo Iunes ao PSDB, em Campo Grande, o governador Reinaldo Azambuja afirmou que o ingresso do prefeito de Corumbá na sigla reforma a parceria entre a gestão municipal e o governo, que havia sido firmada quando a população elegeu o então tucano Ruiter Cunha para comandar o Município. "Corumbá, quando foi chamado à luta, aceitou o desafio de construir um projeto administrativo arrojado e que pudesse restabelecer a parceria entre município e governo. Saímos vitoriosos. Infelizmente uma fatalidade ceifou a vida de Ruiter, mas esse projeto continua pelas mãos de Marcelo Iunes", disse o governador. Iunes, que foi eleito vice pelo PTB e agora ingressa no ninho tucano, depois de assumir a prefeitura com o falecimento de Ruiter no fim do ano passado, disse que vai "dar continuidade aos projetos de Ruiter, onde muitos eram baseados em diretrizes do PSDB". O evento na sede regional da sigla foi comandado pelo presidente estadual dopartido, deputado Beto Pereira, e, além do governador, contou com participação de demais lideranças estaduais tucanas.




Beto Pereira com Marcelo Iunes na convenção em novembro quando convidou o prefeito de Corumbá a ingressar no PSDB

Postado por Marco Eusébio , 30 Janeiro 2018 às 12:15 - em: Principal

De saída do PTB, o prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes, assina amanhã, em Campo Grande, sua filiação ao PSDB, em ato que deve contar com a presença do governador Reinaldo Azambuja, a partir das 11 horas, na sede regional da sigla. Iunes havia sido convidado a ingressar no ninho tucano na convenção da sigla em novembro, pelo presidente do partido Beto Pereira, pouco depois de assumir o comando da Prefeitura de Corumbá como vice devido ao falecimento do então prefeito Ruiter Cunha e ficou de pensar, mas conforme aqui revelado à época, havia aceito e só faltava marcar a data da filiação.




Presidenciável da direita e o petista Paulo Pimenta afirmam no Twitter que ataques à Bolsonaro visam eleger Alckmin

Postado por Marco Eusébio , 12 Janeiro 2018 às 14:00 - em: Principal

Adversários, os deputados Jair Bolsonaro (RJ) e Paulo Pimenta (RS), líder do PT na Câmara, concordam em uma coisa. Sobre a "guerra" da Folha com o presidenciável de direita, ambos postaram nas redes sociais que os ataques visam ajudar a eleger o governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) como sucessor de Michel Temer. 
 
Bolsonaro, entre outras postagens no Twitter, exibiu imagem extraída do Facebook do tucano dizendo que Alckmin é o "pré-candidato preferido dos leitores da Folha" e escreveu: "Só não entende quem não quer! Extraído do FaceBook do próprio Governador. Parabéns Folha de São Paulo pela força ao seu patrão."
 

Paulo Pimenta, também no Twitter, disparou: "Não se iludam com a grande mídia atacando Bolsonaro. Sua verborragia criminosa de extrema-direita é notória há mais de 20 anos e o atacam agora não por combater racismo, homofobia, misoginia ou xenofobia, mas para que ele não atrapalhe os tucanos nas #eleições2018"

Vejam as postagens abaixo:




Marun admite que MDB e o Planalto podem apoiar Alckmin, graças à defesa que o tucano tem feito da reforma da Previdência

Postado por Marco Eusébio , 04 Janeiro 2018 às 11:00 - em: Principal

O ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse ao jornal O Estado de S.Paulo que o governo começará a discutir nomes para a eleição presidencial só depois que a reforma da Previdência for votada na Câmara, mas não descartou eventual apoio do seu MDB aa governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP). Marun disse que, apesar da mágoa em relação à postura do tucano durante a tramitação na Câmara das duas denúncias contra Michel Temer, a defesa que Alckmin tem feito da reforma abre canal de reaproximação entre o governo e o PSDB. Além do tucano, o Estadão diz que Marun citouo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), como possíveis postulantes ao apoio do MDB e do governo ao Planalto.