Campo Grande, Domingo , 20 de Agosto - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: psdb

Márcio Monteiro nega especulações sobre suposta saída do governo e diz que fará baterias de exames em São Paulo

Postado por Marco Eusébio , 27 Julho 2017 às 17:20 - em: Principal

A saída de férias do secretário de Fazenda anunciada no Diário Oficial gerou comentários que correm desde ontem em gabinetes de Campo Grande e de Brasília dizendo que o deputado federal licenciado poderá não voltar para a Sefaz e a especulação sobre dois rumos: iria para a Câmara ou para o Tribunal de Contas do Estado (TCE), onde Marisa Serrano está prestes a se aposentar.
 
Indagado, Márcio Monteiro respondeu hoje, por telefone, aqui ao Blog:
 
– Nada disso procede. Saí apenas para fazer uma bateria de exames em São Paulo. Coração muito apaixonado na minha idade quer ratear..."



Os deputados José Priante (PA) e Carlos Marun (MS) encabeçam lista do PMDB para comandar o Ministério das Cidades

Postado por Marco Eusébio , 26 Julho 2017 às 12:45 - em: Principal

Alegando que o PSDB não merece comandar uma pasta de tamanha capilaridade política, diante das críticas a Michel Temer e ameaças de desembarcar da base aliada desde que a delação da JBS atingiu o presidente, a bancada do PMDB na Câmara está pressionando o Planalto para nomear na reforma ministerial em agosto um deputado do partido como ministro das Cidades, no lugar do deputado licenciado Bruno Araújo (PSDB-MG). Pelo menos dois nomes são defendidos pelos peemedebistas: o do deputado Carlos Marun (MS), vice-líder do PMDB e um dos mais aguerridos defensores de Michel Temer na Câmara; e o do deputado José Priante (PA). Procurado pelo jornal O Estado de S.Paulo, Marun negou pleitear a vaga e disse que seu desejo é que PSDB continue no governo. Ressaltou, porém, que tem currículo para assumir o posto. "Fui membro do Conselho Nacional das Cidades por mais de dez anos e possuo um relacionamento antigo com movimentos sociais de habitação", afirmou.




Renata Campos durante gravação de programa eleitoral, a preferida dos tucanos que caçam vice do Nordeste

Postado por Marco Eusébio , 17 Julho 2017 às 16:30 - em: Principal

Se Lula poderá ser ou não ser candidato em 2018, ninguém sabe, mas o PSDB já se prepara para tentar reduzir a influência do petista tem entre eleitores do Nordeste e estaria à caça de um político na região para ser vice de um de seus prováveis candidatos paulistas, o governador Geraldo Alckmin ou o prefeito João Doria, diz a Coluna Estadão. A preferida dos tucanos é Renata Campos, viúva do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos. Esse acordo ainda facilitaria uma aliança nacional com o PSB, sonho antigo de Alckmin e que também interessa a Doria. Mas o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) também é lembrado, diz o Estadão.




Elizeu Dionízio em meio a um dilema nas horas que antecedem a votação sobre Temer na CCJ: se correr o bicho pega, se ficar...

Postado por Marco Eusébio , 12 Julho 2017 às 12:15 - em: Principal

Com a retomada hoje da sessão da CCJ da Câmara para discutir o parecer do deputado Sérgio Zveiter (PMDB-RJ) – que recomenda a admissibilidade da investigação da denúncia contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva, feita por Rodrigo Janot ao Supremo – tucanos de Mato Grosso do Sul estão de olho no voto do deputado federal Elizeu Dionízio (PSDB-MS). 
 
Até agora, Elizeu não manifestou oficialmente sua posição. Nas mídias sociais – que estão monitorando os votos – ele aparece como um dos seis tucanos na comissão que devem votar a favor da investigação. Porém, como o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) intensificou o diálogo com o presidente e seus ministros para agilizar o andamento de projetos federais e a liberação de recursos da União para obras em MS, um voto de Dionizio contra Temer pode pôr tudo a perder. 
 
Diante do impasse, Elizeu teria sido lembrado ontem por tucanos de alta plumagem regional que é deputado federal como suplente porque Marcio Monteiro se licenciou da Câmara dos Deputados para ser secretário de Fazenda de MS. E que, nessa condição, o titular da cadeira, se necessário, pode voltar à Câmara a qualquer momento.



Em cima do muro: líderes tucanos não conseguem chegar a um acordo sobre ser ou não ser apoiadores de Temer

Postado por Marco Eusébio , 11 Julho 2017 às 09:00 - em: Principal

– "Líderes do PSDB cogitam usar uma Teresa para sair de cima do muro. Parece que já tem tucano virando noite amarrando lençóis!"
 
(Do jornalista-humorista Tutty Vasques no Twitter, sobre o dilema tucano de deixar ou não o governo Temer)

 




'Pixuleco', como o ex-tesoureiro do PT Vaccari Neto se referia à propina conforme o delator Ricardo Pessoa, da UTC

Postado por Marco Eusébio , 30 Junho 2017 às 16:45 - em: Principal

Do blog do Lauro Jardim em O Globo:
 
"Apesar da guinada da Lava-Jato em direção a partidos como PMDB e PSDB, o PT ainda é, de longe, o partido mais associado à corrupção, segundo levantamento da Ipsos neste mês. De acordo com o instituto, 64% dos entrevistados afirmaram que o PT é o partido mais associado à corrupção na Lava-Jato; 12% citaram o PMDB e 3% o PSDB."



João Doria diz que FHC, que não o apoio na campanha, tem errado seus prognósticos em relação a ele

Postado por Marco Eusébio , 24 Junho 2017 às 16:00 - em: Principal

Criticado por FHC, que declarou ontem que o prefeito de São Paulo não mudou nada na cidade e só conseguiu "algum sucesso" porque domina a comunicação em redes sociais, João Doria (ambos do PSDB), consultado pelo Estadão de S.Paulo, respondeu neste sábado: "Respeito e admiro muito o ex-presidente Fernando Henrique, mas acho que ele está precisando sair um pouco de seu apartamento e visitar São Paulo". 
 
Não foi a primeira vez que FHC e Doria trocam alfinetadas em declarações públicas. Em março, ao Estadão, o ex-presidente criticou indiretamente o discurso de Doria, de que ele é gestor e não político. "Se você for um gestor, não vai inspirar nada. Tem que ser líder", afirmou. Ao jornal O Globo, também no início do ano, FHC disse que Doria estava "começando" e seria "prematuro" pensar no nome dele para 2018, frisando que "credibilidade não é igual a popularidade". 
 
Doria, na época, também rebateu. Disse que FHC errou duas vezes em prognósticos sobre ele. "Respeito muito o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, mas eu só me lembro de que ele previu que eu não seria eleito nas prévias para ser candidato pelo PSDB. Apoiou outro candidato, o que não muda minha admiração. Ele mesmo já confessou que, quando comecei campanha para prefeito de SP, acreditava que eu não seria eleito. Venci as duas. Os dois primeiros prognósticos do FHC ele errou".



Zeca do PT e seu ex-companheiro Ruiter Cunha (PSDB) carregando o andor oficial do Banho de São João em Corumbá

Postado por Marco Eusébio , 24 Junho 2017 às 14:30 - em: Principal

O deputado federal Zeca do PT e seu ex-companheiro de partido que virou tucano Ruiter Cunha, prefeito de Corumbá, voltaram a ficar lado a lado carregando o andor oficial da prefeitura na noite anterior para o Banho de São João nas águas do rio Paraguai, ponto alto da festa junina que é uma das atrações turísticas da maior cidade do Pantanal.  No tradicional ritual de descida da ladeira do Porto Geral, fieis passam por baixo dos andores, caminham descalços e banham as dezenas de imagens conduzidas pelas famílias até as margens do rio. O evento contou ainda com a presença do deputado federal Vander Loubet (PT) e do secretário estadual de Cultura, Athayde Nery, representando o governador Azambuja (PSDB). Veja abaixo o vídeo divulgado por Zeca no Facebook.




Deputados Pedro Kemp (PT) e Mara Caseiro (PSDB) batem-boca no plenário durante protesto de servidores

Próximo do PSB em articulação que envolve Alckmin, Rebelo é agora cotado a vice de Maia para suceder Temer

Postado por Marco Eusébio , 02 Junho 2017 às 12:30 - em: Principal

Aldo Rebelo fará palestra em Campo Grande na segunda-feira, às 19h, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, sobre os cinco anos do Código Florestal, cujo projeto foi relator na Câmara quando era deputado federal. Antes, às 16h, o também ex-ministro falará com a imprensa no local do evento. Além do código, deve ouvir perguntas sobre a política nacional em pelo menos dois assuntos que envolvem a cadeira de presidente da República. 
 
O primeiro é sobre sua provável saída do PCdoB, que ajudou a fundar, para ingressar no PSB, num arranjo que também levaria o governador Geraldo Alckmin (SP) a deixar o PSDB para disputar pela sigla a cadeira ocupada (ainda) por Michel. De quebra, o PSB assumiria o governo São Paulo com o vice Mário França no ano eleitoral de 2018.
 
O segundo assunto é que, nesta semana, Aldo Rebelo passou a ser citado pelo jornal O Estado de S.Paulo (leia aqui) e outros veículos da imprensa nacional como provável vice numa chapa encabeçada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), em caso de uma eleição indireta pelo Congresso caso Michel Temer vier a deixar o cargo.