Campo Grande, Sábado , 24 de Junho - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: psdb

João Doria diz que FHC, que não o apoio na campanha, tem errado seus prognósticos em relação a ele

Postado por Marco Eusébio , 24 Junho 2017 às 16:00 - em: Principal

Criticado por FHC, que declarou ontem que o prefeito de São Paulo não mudou nada na cidade e só conseguiu "algum sucesso" porque domina a comunicação em redes sociais, João Doria (ambos do PSDB), consultado pelo Estadão de S.Paulo, respondeu neste sábado: "Respeito e admiro muito o ex-presidente Fernando Henrique, mas acho que ele está precisando sair um pouco de seu apartamento e visitar São Paulo". 
 
Não foi a primeira vez que FHC e Doria trocam alfinetadas em declarações públicas. Em março, ao Estadão, o ex-presidente criticou indiretamente o discurso de Doria, de que ele é gestor e não político. "Se você for um gestor, não vai inspirar nada. Tem que ser líder", afirmou. Ao jornal O Globo, também no início do ano, FHC disse que Doria estava "começando" e seria "prematuro" pensar no nome dele para 2018, frisando que "credibilidade não é igual a popularidade". 
 
Doria, na época, também rebateu. Disse que FHC errou duas vezes em prognósticos sobre ele. "Respeito muito o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, mas eu só me lembro de que ele previu que eu não seria eleito nas prévias para ser candidato pelo PSDB. Apoiou outro candidato, o que não muda minha admiração. Ele mesmo já confessou que, quando comecei campanha para prefeito de SP, acreditava que eu não seria eleito. Venci as duas. Os dois primeiros prognósticos do FHC ele errou".



Zeca do PT e seu ex-companheiro Ruiter Cunha (PSDB) carregando o andor oficial do Banho de São João em Corumbá

Postado por Marco Eusébio , 24 Junho 2017 às 14:30 - em: Principal

O deputado federal Zeca do PT e seu ex-companheiro de partido que virou tucano Ruiter Cunha, prefeito de Corumbá, voltaram a ficar lado a lado carregando o andor oficial da prefeitura na noite anterior para o Banho de São João nas águas do rio Paraguai, ponto alto da festa junina que é uma das atrações turísticas da maior cidade do Pantanal.  No tradicional ritual de descida da ladeira do Porto Geral, fieis passam por baixo dos andores, caminham descalços e banham as dezenas de imagens conduzidas pelas famílias até as margens do rio. O evento contou ainda com a presença do deputado federal Vander Loubet (PT) e do secretário estadual de Cultura, Athayde Nery, representando o governador Azambuja (PSDB). Veja abaixo o vídeo divulgado por Zeca no Facebook.




Deputados Pedro Kemp (PT) e Mara Caseiro (PSDB) batem-boca no plenário durante protesto de servidores

Próximo do PSB em articulação que envolve Alckmin, Rebelo é agora cotado a vice de Maia para suceder Temer

Postado por Marco Eusébio , 02 Junho 2017 às 12:30 - em: Principal

Aldo Rebelo fará palestra em Campo Grande na segunda-feira, às 19h, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, sobre os cinco anos do Código Florestal, cujo projeto foi relator na Câmara quando era deputado federal. Antes, às 16h, o também ex-ministro falará com a imprensa no local do evento. Além do código, deve ouvir perguntas sobre a política nacional em pelo menos dois assuntos que envolvem a cadeira de presidente da República. 
 
O primeiro é sobre sua provável saída do PCdoB, que ajudou a fundar, para ingressar no PSB, num arranjo que também levaria o governador Geraldo Alckmin (SP) a deixar o PSDB para disputar pela sigla a cadeira ocupada (ainda) por Michel. De quebra, o PSB assumiria o governo São Paulo com o vice Mário França no ano eleitoral de 2018.
 
O segundo assunto é que, nesta semana, Aldo Rebelo passou a ser citado pelo jornal O Estado de S.Paulo (leia aqui) e outros veículos da imprensa nacional como provável vice numa chapa encabeçada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), em caso de uma eleição indireta pelo Congresso caso Michel Temer vier a deixar o cargo.



Aécio Neves: denúncia de Joesley vai bem além do recente pedido de R$ 2 milhões

Postado por Marco Eusébio , 19 Maio 2017 às 09:00 - em: Principal

Por Guilherme Amado no blog do Lauro Jardim em O Globo:
 
"A delação de Joesley Batista tem outros trechos devastadores para Aécio Neves, além da gravação em que Aécio pede R$ 2 milhões. Joesley revela que pagou propina de cerca de R$ 60 milhões em 2014 para Aécio, por meio da emissão de notas fiscais frias a diversas empresas. O dono da JBS também revela que comprou o apoio de partidos políticos para apoiar Aécio a presidente."



Alvo da delação da JBS, Aécio Neves deixa presidência nacional do PSDB

Postado por Marco Eusébio , 18 Maio 2017 às 16:45 - em: Principal

Sob pressão, depois de ser afastado do cargo de senador pelo Supremo, Aécio Neves anunciou há pouco que está se "licenciando' da função de presidente nacional do PSDB. Em consenso das bancadas do partido na Câmara e no Senado, o senador Tasso Jereissati (CE) foi indicado para comandar a sigla.
 
Veja abaixo o comunicado de Aécio enviado de Brasília pelo jornalista Clodoaldo Silva ao Blog:
 
"Comunicado do senador Aécio Neves, presidente nacional do PSDB
 
Em razão das ações promovidas no dia de hoje contra mim e minha família, quero afirmar que, a partir de agora, minha única prioridade será preparar minha defesa e provar o absurdo dessas acusações e o equívoco dessas medidas.
 
Me dedicarei diuturnamente a provar a minha inocência e de meus familiares para resgatar a honra e a dignidade que construí ao longo de meus mais de trinta anos de vida dedicada à política e aos mineiros em especial.
 
O tempo permitirá aos brasileiros conhecer a verdade dos fatos e fazer ao final um julgamento justo.
 
Para isso, decidi licenciar-me hoje da Presidência do PSDB que ocupo há mais quatro anos com extrema honra e dedicação. O Brasil precisa que o PSDB continue a ser o fiador das importantes reformas que vêm mudando o país.
 
Depois de ouvir inúmeros companheiros e seguindo o que determina o nosso Estatuto, estou apresentando à Executiva o nome do senador Tasso Jereissati, do PSDB do Ceará, para assumir nessa interinidade a presidência do partido.
 
Estou seguro de que, sob seu comando, com o apoio de nossos governadores e prefeitos, de nossas bancadas no Senado e na Câmara, dos nossos diretórios estaduais, de nossos líderes municipais e de todos nós, ele fará o partido seguir de forma firme e corajosa sua vitoriosa trajetória.
 
Aguardarei com firmeza e serenidade que as investigações ocorram e estou certo de que, ao final, como deve ocorrer num país onde vigora o Estado de Direito, a verdade prevalecerá e a correção de todos os meus atos e de meus familiares será reconhecida.
 
Senador Aécio Neves
Presidente Nacional do PSDB"



Mario Covas Neto diz que acusações contra Aécio 'mancham todos os componentes' do PSDB

Postado por Marco Eusébio , 18 Maio 2017 às 12:00 - em: Principal

"Senador Aécio Neves: chegou a hora de o senhor sair da presidência nacional do PSDB", disse o vereador e presidente do partido em São Paulo, Mario Covas Neto, em vídeo postado no Facebook na noite anterior. "Não dá para alguém que está sendo acusado de uma série de coisas ficar à frente de um partido que foi criado sob a égide da ética, da correção e da boa gestão pública", disse o filho do ex-governador Mario Covas, frisando que as acusações contra Aécio mancham "todos os demais componentes do partido". "Vá para casa, prepare sua defesa e depois, o senhor inocentado, será recebido de braços abertos". Acusado de pedir R$ 2 milhões ao dono da JBS Joesley Batista, em conversa gravada entregue à Lava Jato em delação premiada pelo empresário, conforme divulgou ontem o jornal O Globo, Aécio Neves, em nota da assessoria, disse que sua relação com Joesley era "estritamente pessoal" que vai esperar ter acesso à delação para esclarecer os fatos. Veja abaixo o vídeo de Mario Covas Neto:




Aécio foi afastado do cargo de senador e sua irmã Andrea foi presa hoje pela Polícia Federal

Postado por Marco Eusébio , 18 Maio 2017 às 11:15 - em: Principal

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, determinou hoje o afastamento de Aécio Neves (PSDB-MG) do cargo de senador. Há pouco, Fachin informou que negou o pedido de prisão do tucano feito pela Procuradoria-Geral da República e não encaminhou a decisão ao plenário do STF, como chegou a divulgar a imprensa. Aécio, que foi gravado pedindo R$ 2 milhões ao dono da JBS, Joesley Batista, está proibido de se ausentar do País e não poderá entrar em contato com demais investigados na delação da JBS. Andrea Neves, irmã considerada "braço direito" de Aécio, foi presa nesta manhã num condomínio da Grande Belo Horizonte (MG), pela Polícia Federal que também prendeu um primo do senador, Frederico Pacheco de Medeiros (o Fred) e Menderson Souza Lima, assessor do senador Zezé Perrela (PMDB-MG). Outros mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão estão sendo efetuados em Minas, Brasília, Paraná e outros estados. 



Wesley e Joesley Batista, do topo empresarial a investigados e delatores da Lava Jato

Os empresários Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, conseguiram autorização da Justiça para deixar o Brasil e ir para Nova Iorque (EUA) depois de relatarem às autoridades que estão ameaçados de morte. A informação foi divulgada na noite anterior pela Globo News. Joesley virou assunto de todo o noticiário nacional depois que o jornal O Globo revelou sua deleção premiada que inclui gravação do presidente Michel Temer dando aval para comprar o silêncio de Eduardo Cunha, gravação do senador Aécio Neves (PSDB) pedindo R$ 2 milhões de propina para o grupo do empresário e também diz que seu contato com os governos petistas era o ex-ministro Guido Mantega que distribuía propina a parlamentares do PT.




Julgamento que poderá cassar a chapa Dilma-Temer começa no dia 6 de junho e terá quatro sessões

Postado por Marco Eusébio , 17 Maio 2017 às 10:15 - em: Principal

O julgamento da ação em que o PSDB pede a cassação da chapa Dilma-Temer eleita em 2004 será retomado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no dia 6 de junho. A decisão foi tomada pelo presidente da Corte, Gilmar Mendes. No despacho, foram definidas quatro sessões para a análise do processo, que serão realizadas nos dias seguintes.