Campo Grande, Domingo , 18 de Fevereiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: pedro-chaves

Pedro Chaves: 'idosos são profissionais talentosos, que têm experiência, e não pode se perder esse conhecimento'

Postado por Marco Eusébio , 10 Fevereiro 2018 às 11:15 - em: Principal


Senador Pedro Chaves informa que assinará ficha de filiação ao PRB no dia 26, em ato no clube Nipo-Brasileiro

Postado por Marco Eusébio , 08 Fevereiro 2018 às 10:00 - em: Principal

De saída do PSC, o senador Pedro Chaves (MS), conforme aqui divulgado, vai se filiar ao PRB. O ato político, informou o senador ao Blog, está marcado para às 18h do dia 26 deste mês na sede campestre do Clube Nipo Brasileiro, em Campo Grande com participação do presidente nacional da sigla, o ex-ministro de Indústria e Comércio Marcos Pereira, senadores, deputados federais e outras lideranças do partido.




Postado por Marco Eusébio , 08 Fevereiro 2018 às 03:54 - em: Papo de Arquibancada

De saída do PSC, o senador Pedro Chaves (MS), conforme aqui divulgado, vai se filiar ao PRB. O ato político, informou o senador ao Blog, está marcado para às 18h do dia 26 deste mês na sede campestre do Clube Nipo Brasileiro, em Campo Grande com participação do presidente nacional da sigla, o ex-ministro de Indústria e Comércio Marcos Pereira, senadores, deputados federais e outras lideranças do partido.



Senador Pedro Chaves recebe R$ 5,5 mil do auxílio e deputado Jair Bolsonaro pouco mais de R$ 3 mil, diz a Folha de S.Paulo

Postado por Marco Eusébio , 05 Fevereiro 2018 às 18:00 - em: Principal

Apesar de declarar ter casa própria em Brasília, pelo menos doze deputados federais e um senador recebem dinheiro do auxílio-moradia, aponta levantamento da Folha de S.Paulo, que cita um parlamentar de Mato Grosso do Sul – o senador Pedro Chaves (PSC), que recebe R$ 5,5 mil do auxílio – e, dentre os deputados, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-SC), que recebe R$ 3.083,43 mensais do benefício. Conforme o jornal, esses parlamentares alegam que usam o reembolso para pagar vigia e manter a própria residência. Além da remuneração, deputados e senadores têm à disposição mensalmente R$ 102 mil para pagar salário de assessores, e verba que varia de R$ 30,8 mil a R$ 45,6 mil para custear despesas diversas do mandato, como aluguel de escritórios, combustível, alimentação e outros benefícios.

 
P.S: A assessoria do senador Pedro Chaves acaba de enviar (19h15 MS) nota ao Blog sobre o assunto. Leia abaixo a íntegra:
 
"Há vinte meses como senador da República, Pedro Chaves está novamente em polêmica, graças a postura de estar na política, 'sem ser naturalmente um político'. Mesmo sob pressão pelo questionamento de órgãos de imprensa e de parte da população quanto ao acesso que optou pelo auxílio-moradia, o parlamentar destaca que está ciente da estrutura de dispõe para servir a nação. Entre os cinco mais ricos do Senado, ele lembra ainda que o dinheiro desse fim não é para ele, ou atividade pessoal e sim para o mandato. 'A utilização do auxílio trata-se de um direito conferido ao mandato, que inclusive está divulgado no Portal da Transparência. Vale lembrar que o recebimento provem da não utilização de imóvel funcional, como é o meu caso. Por isso, tive a tranquilidade para responder essa questão, pois não há qualquer irregularidade, improbidade ou fato que seja fora do comum como tentaram veicular a respeito. Tudo da minha atividade parlamentar é informado em prestação de contas e toda estrutura que disponho serve para o melhor serviço possível ao povo brasileiro e a Mato Grosso do Sul', destaca o senador. A própria Mesa Diretora da Casa de Leis se prontificou a defender Chaves da onda de ataques referente o benefício. Em nota citou que 'não há ilegalidade em seu caso, uma vez que o Ato  não veda o pagamento do auxílio-moradia aos Senadores que possuem imóvel em Brasília e assim disciplina a matéria'."



Pesquisa de consumo interno sobre intenção de votos do setor rural para senador anima o pecuarista Chico Maia

Postado por Marco Eusébio , 31 Janeiro 2018 às 15:00 - em: Principal

Em busca de apoio de lideranças do agronegócio para disputar uma vaga no Senado, Chico Maia anda animado. O ex-presidente da Acrissul tem mostrado a amigos pesquisa de consumo interno em que aparece no topo na preferência dos seus colegas ruralistas, seguido pelos senadores Waldemir Moka e Pedro Chaves e pelo ex-prefeito de Campo Grande Nelsinho Trad. Além dos produtores, Maia também quer ouvir as redes sociais. Seus amigos postaram hoje vídeo dele no Facebook indagando a opinião de internautas sobre seu projeto político.




Pedro Chaves com Wilson Acosta (à direita), faz o 10 do PRB durante encontro do partido hoje em Coxim

Postado por Marco Eusébio , 27 Janeiro 2018 às 20:00 - em: Principal

O senador Pedro Chaves (PSB-MS) deve se filiar ao PRB no dia 26 de fevereiro, anunciou hoje no Facebook o presidente estadual da sigla, Wilton Acosta, após encontro regional do partido em Coxim. No evento, Pedro Chaves discursou e posou para fotos fazendo o número 10 do partido com as mãos. Acosta disse ao Blog que a filiação será em Campo Grande, com a presença de lideranças nacionais do partido ligado à Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), mas falta definir horário e local. Procurado para falar do assunto, o senador não deu retorno.




Pedro Chaves pediu a Carlos Marun liberação de recursos para MS e apoio do Planalto ao Projeto Pantanal

Postado por Marco Eusébio , 25 Janeiro 2018 às 15:00 - em: Principal

O recesso parlamentar ainda não terminou, mas Pedro Chaves (PSC/MS) já está em atividade. No fim da tarde de ontem em Brasília, o senador visitou o ministro Carlos Marun, na Secretaria de Governo, articulando a liberação de recursos para Mato Grosso do  Sul. Relator do Projeto de Lei do Senado 750/2011 que cria a Lei do Pantanal, com objetivo de preservar e fomentar as atividades econômicas do Bioma, Chaves também pediu a Marun apoio do governo federal para a inciativa que visa promover a preservação sustentável da região pantaneira.




Alex Silva, o original, e seu jovem sósia ao lado de Dilma no palanque pró-Lula em Porto Alegre, em foto divulgada pelo Estadão

Postado por Marco Eusébio , 23 Janeiro 2018 às 15:15 - em: Principal

O ex-secretário-geral do PT-MS, Alex Silva, que hoje atua como assessor do senador Pedro Chaves, informa: não saiu de Campo Grande e não é ele que aparece "rejuvenescido" ao lado de Dilma Rousseff no palanque da manifestação em apoio a Lula em Porto Alegre nesta terça-feira de véspera do julgamento do recurso ex-presidente no TRF4. 
 
– "Não sou eu, mas respeito a manifestação", disse o Alex ao Blog. 
 
Mas que parece, parece.



Prefeita Délia Razuk, de Dourados, esteve no evento com o senador Pedro Chaves e o deputado Geraldo Resende

Postado por Marco Eusébio , 20 Dezembro 2017 às 15:15 - em: Principal

O governo federal assinou hoje em Brasília termos para modernização e reforma de onze aeroportos regionais em sete estados, incluindo o de Dourados (MS). O repasse de R$ 224 milhões para Estados e municípios foi oficializado em ato no Ministério dos Transportes, em Brasília.  Os investimentos incluem obras de sinalização, reforma de terminais, iluminação de pátio, restauração de pista de pouso e compra de equipamentos. "O aeroporto de Dourados vai receber um reforço na pista de pouso para suportar aviões de alto peso e isso, trará um desenvolvimento ainda maior para uma das cidades mais prósperas de MS", disse o senador Pedro Chaves (PSC-MS), presente ao evento com a prefeita Délia Razuk e o deputado federal Geraldo Resende (PSDB-MS). Dos aeroportos listados, três têm voos regulares: o de Dourados, o de Sinop (MT) e o de Chapecó (SC). Também serão beneficiados aeroportos de Cáceres (MT), Tangará da Serra (MT), Angra dos Reis, Itaperuna e Resende (todos no RJ); Araguaína (TO), Jataí (GO) e São Carlos (SP).




Pedro Chaves e Odilon de Oliveira na cozinha do Nipo Brasileiro se confraternizando com colaboradores do evento

Postado por Marco Eusébio , 18 Dezembro 2017 às 12:15 - em: Principal

Odilon para governador e Pedro Chaves para o Senado. A suposta chapa começa a ser articulada pelo juiz aposentado e pelo professor, que cogitam se unir na primeira eleição dos dois, já que o primeiro estreia na política e o segundo, embora seja senador, conquistou o cargo como suplente de Delcídio, que teve o mandato cassado. A afinação foi confirmada pela dupla em almoço de confraternização de fim de ano promovido por Chaves na sede de campo do Clube Nipo Brasileiro, em Campo Grande, neste fim de semana. A propósito, na ocasião, o juiz se mostrava entusiasmado e fez questão de cumprimentar todos os demais convidados e colaboradores do senador que trabalhavam no evento.