Campo Grande, Segunda-Feira , 11 de Dezembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: meio-ambiente

'Vamos salvar o Taquari', disse Reinaldo Azambuja após reunião de ontem com ministro Sarney Filho em Brasília

Postado por Marco Eusébio , 06 Dezembro 2017 às 17:30 - em: Principal

Até março de 2018, o governo federal lançará o edital de chamamento público para captar recursos, via conversão de multas ambientais devidas por terceiros à União, que serão investidos na recuperação e preservação da bacia hidrográfica do rio Taquari, em Mato Grosso do Sul. O compromisso foi assumido pelo ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho, em reunião com o governador Reinaldo Azambuja, ontem, na Câmara dos Deputados. O processo será definido após a formatação do programa de intervenção no Taquari, que sofre há décadas um dos maiores desastres ambientais do Brasil. O Instituto do Meio Ambiente de MS (Imasul) prevê que as intervenções ambientais, sociais e econômicas vão consumir cerca de R$ 700 milhões a longo prazo.




Medida compensatória pela remoção de 1.222 árvores será o plantio de 1.705 mudas de grande porte, informa a prefeitura

Postado por Marco Eusébio , 08 Novembro 2017 às 14:20 - em: Principal

Um dia depois de o deputado Amarildo Cruz (PT) denunciar em nota à imprensa desmantamento de árvores nativas no Parque dos Poderes (leia aqui), a Prefeitura de Campo Grande divulgou hoje em seu site que a obra visa a abertura de uma rua com cerca de 400m de extensão ligando, em sentido diagonal, a Avenida Mato Grosso (perto da rotatória com a Hiroshima), com a Rua Desemabrgador Leão Neto do Carmo onde ficam sedes de órgãos como o a Justiça Federal, o TRE-MS, a TVE Regional etc. Conforme a prefeitura, ao contrário do que disse o deputado, a obra tem licenciamento ambiental e a área de 1,5 hectare fica fora do perímetro do Parque Estadual do Prosa, de mata preservada, e foi doada pelo Estado ao Município para servir de traçado à nova via. "Como medida compensatória pela remoção de 1.222 árvores, a Semadur cobrou o plantio de 1.705 mudas de grande porte e o transplante de um pé de pequi", diz a nota.




Especialistas discutem o que pode estar causando o episódio 'inédito e impactante', diz a pesquisadora Neiva Guedes

Postado por Marco Eusébio , 26 Julho 2017 às 18:00 - em: Principal


A bióloga Neiva Guedes, presidente do Arara Azul, pede voto dos internautas

Postado por Marco Eusébio , 06 Maio 2017 às 12:00 - em: Principal

O projeto Arara Azul, que há 27 anos atua pela preservação da arara-azul-grande em áreas urbanas e rurais de Mato Grosso do Sul, é finalista na segunda edição do Prêmio Nacional da Biodiversidade, do Ministério do Meio Ambiente, que visa reconhecer ações pela conservação das espécies da fauna e da flora brasileira. Selecionada na categoria sociedade civil, a iniciativa concorre com outros 17 trabalhos de todo o Brasil ao prêmio especial Júri Popular, em que o vencedor será eleito por meio de votação eletrônica. A bióloga Neiva Guedes, presidente do instituto e pesquisadora da Uniderp, pede apoio dos internautas para que votem aqui. "Será uma forma de colaborar com nossa missão e também evidenciar para todo país a riqueza da biodiversidade de Mato Grosso do Sul", afirma.



Furos feitos em plástico em meia hora por uma lagarta de mariposa

Postado por Marco Eusébio , 27 Abril 2017 às 12:00 - em: Principal

A larva de mariposa, que se alimenta da cera da colmeia de abelhas, também pode degradar plástico. Estudo do bioquímico Paolo Bombelli da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, em parceria com Federica Bertocchini, da Espanha, periódico científico Current Biology, aponta que a Galleria mellonela pode quebrar as ligações químicas do plástico de forma semelhante à digestão da cera de abelha. A descoberta pode ser uma saída para acabar com cerca de 80 milhões de toneladas que o mundo produz por ano de polietileno, que leva cerca de 50 anos para se decompor na natureza. "A lagarta é o ponto de partida", disse Bombelli. "Precisamos entender os detalhes de como o processo ocorre. Esperamos ter uma solução técnica para minimizar o problema do acúmulo de resíduos de plástico." Ele adverte, entretanto, que as pessoas não devem jogar deliberadamente polietileno no meio ambiente só porque agora há uma descoberta sobre como degradá-lo. (Com BBC News)