Campo Grande, Segunda-Feira , 19 de Fevereiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: juiz-odilon-de-oliveira

Postado por Marco Eusébio , 16 Fevereiro 2018 às 12:15 - em: Principal

Frisando que será uma eleição de poucos recursos, e que prefere o "poder do povo" do que o "poder econômico", o juiz aposentado Odilon de Oliveira deu início à organização da pré-campanha em Campo Grande em reunião na sede do PDT, na noite anterior, com lideranças movimentos sociais, de bairros e pré-candidatos. Em seu projeto de disputar o governo, Odilon  disse que a meta é formar núcleos de base, para mobilizar o maior número de filiados e voluntários, e pediu aos apoiadores para que compartilhem informações da sua pré-campanha no Facebook e em outras redes sociais e também via Whatsapp.




Questionado pela imprensa, Azambuja afirmou que André quer 'ganhar por W.O.,não quer disputar a eleição'

Postado por Marco Eusébio , 15 Fevereiro 2018 às 12:45 - em: Principal

 
"Eu acho que eleição você não escolhe adversários", disse Azambuja. "Ele quer, praticamente, fazer uma aliança que elimine a possibilidade da disputa", emendou. O tucano agradeceu o convite, mas frisou que "de forma alguma aceitaria". "Espero que ele dispute as eleições e dê a oportunidade para o povo escolher. Ninguém deve ganhar no W.O., W.O é muito feio". 
 
Questionado se estava confirmando sua candidatura à reeleição, o governador afirmou que essa decisão cabe ao seu partido, mas "com certeza o PSDB terá uma candidatura ao governo do Estado". As declarações à imprensa foram feitas na Escola Estadual Lino Villachá, após entrega de uniformes e kits escolares à alunos na volta às aulas da rede estadual. Ouça a íntegra do que disse Azambuja no áudio abaixo.




Odilon: 'As agressões acontecem mediante invenções armadas em fedorentos esgotos de maldade'

Postado por Marco Eusébio , 10 Fevereiro 2018 às 12:30 - em: Principal

Frisando que passou a ser alvo de ataques de adversários por liderar pesquisas de intenção de voto para o Governo de Mato Grosso do Sul, o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira, pré-candidato pelo PDT, divulgou no Facebook ter descoberto uma "armação" para envolvê-lo "em fatos de aparência criminosa". Ele afirma que já encaminhou a denúncia ao Ministério Público e às autoridades policiais
 
"Descobriu-se, agora, vindo desse mesmo esgoto, por revelação confidencial contendo nomes de participantes do engodo, incluindo ex-policiais, uma armação em andamento para envolver minha pessoa em fatos de aparência criminosa. Dessa trama diabólica faria parte, segundo a informante, a cooptação de pessoas, inclusive de uma mulher, destinatárias de decisões que proferi como juiz federal, para gravarem ou assinarem declarações incriminadoras. Já tomei as providências necessárias a levar essa denúncia ao conhecimento do Ministério Público e às autoridades policiais", escreveu.

Leia a íntegra, no Facebook, clicando na postagem abaixo:




Coronel David diz que plano é Assembleia, mas admite disputar virar 'quarta via' ao governo para ajudar Bolsonaro

O ex-deputado Coronel David, que em 2016 disputou a Prefeitura de Campo Grande, diz que seu projeto neste ano é voltar a concorrer a uma cadeira à Assembleia estadual. O ex-comandante da PM-MS admitiu, entretanto, rever os planos caso isso for necessário para ajudar na campanha de Jair Bolsonaro à Presidência, ele pode assumir a missão de ser a quarta via para o governo estadual entre Azambuja, André e Odilon. "Já conversei com o Bolsonaro e, se for necessário ele ter um candidato a governador no Estado, e se ele e o partido decidam por mim, estou disposto a encarar o desafio".




Odilon diz que quem especula contra sua candidatura terá 'seus interesses contrariados com a minha vitória'

Postado por Marco Eusébio , 15 Janeiro 2018 às 11:00 - em: Principal

"Que fique definitivamente claro o seguinte: sou pré-candidato ao governo de Mato Grosso do Sul. Qualquer afirmação em contrário não passa de mera especulação daqueles que terão seus interesses contrariados com a minha vitória", avisou hoje em sua página no Facebook o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT), rebatendo rumores de que não confirmará a candidatura.

.




Odilon iria para o segundo turno e enfrentaria André ou Azambuja, hoje tecnicamente empatados em segundo lugar

Se o primeiro turno fosse hoje, o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT) com 32,50% iria para o segundo turno da disputa pelo Governo de Mato Grosso do Sul e teria como adversários ou o ex-governador André Puccinelli (PMDB), com 24,58%, ou o atual governador Reinaldo Azambuja (PSDB), com 23,17%, que aparecem tecnicamente empatados pela margem de erro de 2,05% para mais ou para menos. É o que diz pesquisa Ipems divulgada hoje pelo jornal Correio do Estado. O índice dos que pretendem anular ou votar em branco é de 11,64% e o de idecisos 3,88%.

Dos demais citados, Ricardo Ayache (PSB) tem 3,60%, Humberto Amaducci (PT) 0,42% e Cláudio Sertão (Podemos) 0,22%. Num segundo cenário, com o prefeito de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa como candidato do PMDB em vez de André, Odilon aparece com 36,56% e Azambuja com 32,37%, numa diferência de apenas 4,19 pontos próxima do limite da margem de erro de 4,10 pontos. Nesse caso, Waldeli lidera o bloco de trás com 4,83%, Ayache tem 3,83%, Amaducci 0,44% e Sertão 0,24%. Conforme o jornal, a pesquisa foi feita de 9 a 17 de dezembro nos 79 municípios de MS com 2.285 eleitores.




Pedro Chaves e Odilon de Oliveira na cozinha do Nipo Brasileiro se confraternizando com colaboradores do evento

Postado por Marco Eusébio , 18 Dezembro 2017 às 12:15 - em: Principal

Odilon para governador e Pedro Chaves para o Senado. A suposta chapa começa a ser articulada pelo juiz aposentado e pelo professor, que cogitam se unir na primeira eleição dos dois, já que o primeiro estreia na política e o segundo, embora seja senador, conquistou o cargo como suplente de Delcídio, que teve o mandato cassado. A afinação foi confirmada pela dupla em almoço de confraternização de fim de ano promovido por Chaves na sede de campo do Clube Nipo Brasileiro, em Campo Grande, neste fim de semana. A propósito, na ocasião, o juiz se mostrava entusiasmado e fez questão de cumprimentar todos os demais convidados e colaboradores do senador que trabalhavam no evento.




Odilon: 'Esses ataques revelam o desespero de quem já percebeu que meu perfil significará o fim de privilégios

Postado por Marco Eusébio , 04 Dezembro 2017 às 13:00 - em: Principal




Schimidt discursa como novo presidente regional do PDT em ato no Grand Park Hotel em Campo Grande

Postado por Marco Eusébio , 01 Dezembro 2017 às 11:00 - em: Principal

João Leite Schimidt volta a ser o presidente regional do PDT e vai conduzir o partido nas eleições de 2018 em Mato Grosso do Sul. A chapa de consenso planejada pelo deputado federal Dagoberto Nogueira, que abriu mão da presidência e agora é vice (conforme foi antecipado aqui ontem) visando se licenciar para sua campanha de reeleição à Câmara, foi eleita nesta manhã, em ato no Grand Park hotel em Campo Grande, com participação do juiz aposentado e pré-candidato da sigla ao Governo de MS Odilon de Oliveira.
 
Veja como ficou a nova diretoria executiva estadual do partido:
 
Presidente - João Leite Schimidt
1º vice-presidente - Dagoberto Nogueira Filho
2º vice-presidente - Antonio Carlos Biffi
Secretário - Sérgio Roberto Castilho Vieira
1º secretário - Paulo Roberto Duarte
Tesoureiro - Carlos Gustavo de Almeida Brum
1º tesoureiro - Marlene Alves Nogueira Rondon
Consultor Jurídico - Yves Drosghic
Vogais - Jamilson Name e Odilon de Oliveira Júnior
Secretária dos Movimentos Sociais - Kelly Cristina
Secretária da Ação da Mulher Trabalhista - Madalena Pereira da Silva
Secretária de Assuntos Institucionais - Lecádia Aglê Petry



Ao lado de Schimidt e do juiz aposentado Odilon de Oliveira, Dagoberto discursa em ato do PDT

Postado por Marco Eusébio , 01 Dezembro 2017 às 10:56 - em: Papo de Arquibancada

João Leite Schimidt volta a ser o presidente regional do PDT e vai conduzir o partido nas eleições de 2018 em Mato Grosso do Sul. A chapa de consenso planejada pelo deputado federal Dagoberto Nogueira, que abriu mão da presidência e agora é vice (conforme foi antecipado aqui ontem) visando se licenciar para sua campanha de reeleição à Câmara, foi eleita na manhã desta sexta-feira, em ato do partido no Hotel Grand Park, em Campo Grande, com participação do juiz federal aposentado e pré-candidato da sigla ao Governo de MS Odilon de Oliveira.
 
Veja como ficou a nova diretoria executiva estadual do partido:
 
Presidente - João Leite Schimidt
1º vice-presidente - Dagoberto Nogueira Filho
2º vice-presidente - Antonio Carlos Biffi
Secretário - Sérgio Roberto Castilho Vieira
1º secretário - Paulo Roberto Duarte
Tesoureiro - Carlos Gustavo de Almeida Brum
1º tesoureiro - Marlene Alves Nogueira Rondon
Consultor Jurídico - Yves Drosghic
Vogais - Jamilson Name e Odilon de Oliveira Júnior
Secretária dos Movimentos Sociais - Kelly Cristina
Secretária da Ação da Mulher Trabalhista - Madalena Pereira da Silva
Secretária de Assuntos Institucionais - Lecádia Aglê Petry