Campo Grande, Segunda-Feira , 19 de Fevereiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: gleisi-hoffmann

Senadora Gleisi, presidente nacional do PT que, além das gafes, tem ficado conhecida pelas 'brincadeiras' no Twitter

Postado por Marco Eusébio , 13 Fevereiro 2018 às 12:00 - em: Principal

"Como o louco que atira brasas e flechas mortais, assim é o homem que engana o seu próximo e diz:
"Eu estava só brincando!" (Provérbios 26, 18 e 19) 

 

Depois da nova gafe (leia aqui) repercutir na imprensa, a senadora Gleisi Hoffmann, presidente do PT, disse, no Twitter, que estava "brincando" ao dizer na rede social que a música "Vai dar PT" (na gíria, Perda Total) seria uma "homenagem" ao seu partido. E, com sua astúcia, atacou internautas, dizendo que "'Perda Total' o povo já tem vivivo com a série de desmontes promovidos pelo governos que vocês apoiam". Ajudando a afundar ainda mais o PT. Rumo à perda total.




Léo Santana, cantor do hit 'Vai dar PT', que empolgou a senadora Gleisi Hoffman

Postado por , 12 Fevereiro 2018 às 10:15 - em: Principal

"Reconhecimento da boa administração do governo do PT na Bahia...", escreveu a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), ao reproduziu no Twitter no fim de semana notícia do site bahia.ba intitulada "Leo Santana puxa 'Vai dar PT' após cumprimentar Rui no Campo Grande", sobre encontro do cantor Léo Santana e o governador da Bahia, Rui Costa dos Santos (PT), na abertura do carnaval de Salvador na quinta feira. Acontece que, na gíria, "PT" significa "Perda Total". A letra da música cantada por Leo Santana fala de uma jovem que vai para um baile "afim de se envolver" e deixa isso claro: 
 
 
O site (leia aqui) diz que Léo Santana teria convidado o governador para subir no trio elétrico. Rui Costa retribuiu a saudação, mas pelo jeito não se encantou pelo hit “Vai dar PT” do pagodeiro, pois ficou no camarote do governo.
 

Gleisi cometeu gafe semelhante em janeiro. Reproduziu no Twitter foto de uma faixa da torcida do Bayern de Munique, onde estava escrito "Forza Luca", em homenagem a um torcedor em coma, após briga de torcidas, e escreveu "Forza Lula", dizendo que os europeus estariam homenageando o ex-presidente petista (leia aqui). Irritada quando o site paranaense Gazeta do Povo divulgou sua bola fora, a senadora chutou de bico: "Sacanagem é esse tabloide virtual de quinta categoria ficar sacaneando".




Gleisi disse que 'não tem plano B' e confirmou Lula como pré-candidato do PT à Presidência da República

Postado por Marco Eusébio , 25 Janeiro 2018 às 13:30 - em: Principal

Um dia depois de a 8ª Turma do TRF4, unânime, condenar o ex-presidente à doze anos e um mês de prisão no caso triplex, a direção nacional do PT formalizou hoje o anúncio da pré-candidatura de Lula à presidência da República neste ano. O anúncio foi feito pela presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann, no início da reunião do Diretório Nacional da sigla, na sede da CUT, no Brás, em São Paulo. A princípio, mesmo enquadrado na Lei da Ficha da Limpa por ser condenado em segunda instância, o petista poderá registrar seu pedido de candidatura no TSE de 20 de julho a 15 de agosto. 
 
Recebido pela militância aos gritos de “Brasil urgente, Lula presidente", ao lado de Gleisi e da ex-presidente Dilma Rousseff, Lula voltou a dizer que é vítima de um julgamento baseado em um "jogo político" e disse que aceita a candidatura não para se proteger, mas para reafirmar a sua inocência. "Eu não quero ser candidato pra me proteger. A minha proteção é a minha inocência. E se for candidato não é pra me inocentar, é pra governar esse país decentemente e recuperar o Brasil", declarou.



Padilha alegando que a filha 'mecheu' no celular; e a foto da torcida do Bayern que Gleisi pensou que fosse homenagem a Lula

Postado por Marco Eusébio , 15 Janeiro 2018 às 09:00 - em: Principal

No fim de semana, dois jogadores famosos do campo político – a senadora e presidente do PT Gleisi Hoffmann e o ministro-chefe da Casa Civil Elizeu Padilha – chutaram e erraram feio nas redes sociais.
 
Gleisi reproduziu no Twitter a foto acima, à direita, e escreveu: 
 
– "SHOW DE TORCIDA!! Um apaixonado por futebol como @LulapeloBrasil merece mesmo o carinho e a homenagem de torcedores no mundo todo. Recebi esta imagem, que mostra uma faixa 'FORZA LULA' na torcida do Bayern de Munique, ontem, na partida contra o Bayer Leverkusen, pela Liga Alemã".
 
O jornal curitibano Gazeta do Povo divulgou a gafe, informando a senadora paranaense que a faixa dizia "Forza Luca", feita por torcedores do Bayern de Munique, homenageava um torcedor italiano que entrou em coma após uma briga de torcidas. 
 
Raivosa, Gleisi deu de bico na canela a Gazeta do Povo: 
 
– "Recebi de um torcedor! Fiz de boa fé! Sacanagem é esse tabloide virtual de quinta categoria ficar sacaneando".
 
Do lado oposto do campo, Elizeu Padilha curtiu uma tuitada da esquerda, e depois se explicou no Twitter: 
 
– "Não curti nenhum Twitter de Leonardo Boffo hoje à tarde. Tenho uma filha de 3 aninhos que mecheu no meu celular. Foi um acidente que já corrigi." 
 
Ironizado por escrever "mecheu" com ch, o Padilha corrigiu a postagem e escreveu "mexeu". Mas não escapou dos cartões amarelos. Embora apagada, a gafe (acima, à esquerda) já havia sido printada e foi reproduzida pelo Ricardo Noblat (O Globo) no Twitter.



Gleisi Hoffmann olha sorrindo para trás enquanto assessor a defende de críticas de uma passageira

Postado por Marco Eusébio , 20 Dezembro 2017 às 11:00 - em: Principal

A senadora e presidente nacional do PT Gleisi Hoffmann (PR) foi hostilizada por uma passageira que a chamou de "corrupta" e pediu sua prisão, no desembarque de voo de São Paulo – Brasília ontem, e acionou a Polícia Federal contra a mulher. No Twitter, Gleisi escreveu:
 
"Fui agredida aos berros dentro de um avião por uma mulher descontrolada antes de desembarcar em BSB. Como não acho esse tipo de comportamento liberdade de expressão, solicitei a presença da polícia e o desembarque foi suspenso até sua chegada."
 
A senadora avisou:

"Aguardo agora que a filmagem da cena se torne pública para que eu possa tomar as providências cíveis e penais cabíveis. A partir de agora, agirei assim em qualquer situação semelhante."

Veja o vídeo:




Se for condenado em segunda instância, Lula ficará inelegível pela Lei da Ficha Limpa, mas poderá recorrer contra a decisão

Postado por Marco Eusébio , 12 Dezembro 2017 às 19:30 - em: Principal

Foi marcado para o dia 24 de janeiro o julgamento do recurso de Lula no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) no caso do triplex, em que o ex-presidente foi condenado pelo juiz Sérgio Moro. Se condenado em segunda instância, o petista ficará inelegível pela Lei da Ficha Limpa, mas ainda assim poderá recorrer para tentar voltar a ser candidato à presidente do Brasil em 2018. A data gerou protesto de petistas nas redes sociais. O senador Lindbergh Farias atacou o TR4 reclamando da "tramitação recorde". Ele e a senadora e presidente nacional do PT Gleisi Hoffmann classificaram a decisão do TRF4 como "perseguição" a Lula. Veja abaixo.




No Twitter, a senadora e presidente nacional do PT Gleisi Hoffmann vetou a 'vaquinha': 'Estamos conversando s/isso ainda'

Postado por Marco Eusébio , 21 Julho 2017 às 13:30 - em: Principal

A senadora e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PR), avisou no Twitter que "ninguém está autorizado a fazer coleta/vaquinha" para ajudar Lula que teve cerca de 10 milhões de reais bloqueados por ordem do juiz federal Sérgio Moro – 606,7 mil reais em quatro contas bancárias (leia aqui) mais R$ 9,3 milhões em depósitos de previdência privada. 
 
A "vaquinha" está proibida por enquanto, pois a @gleisi acrescentou: 
 
– "Estamos conversando s/isso ainda". 
 
Também no Twitter, o bloqueio foi comentado pelo líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), que ironizou: 
 
– "Lula tem esse dom de transformar o salário de presidente em milhões. Precisa ensinar essa mágica para os pobres que diz tanto defender". 
 
Caiado emendou: "Me lembro quando disputei a Presidência da República em 1989 e o confrontei em debate. Lula me rotulou de latifundiário. Hoje é milionário e não explica como."



No Twitter, a senadora e presidente nacional do PT Gleisi Hoffmann vetou a 'vaquinha': 'Estamos conversando s/isso ainda'

Postado por Marco Eusébio , 21 Julho 2017 às 12:41 - em: Papo de Arquibancada

A senadora e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PR), avisou no Twitter que "ninguém está autorizado a fazer coleta/vaquinha" para ajudar Lula que teve cerca de 10 milhões de reais bloqueados por ordem do juiz federal Sérgio Moro – 606,7 mil reais distribuídos em quatro contas bancárias (leia aqui) mais R$ 9,3 milhões em depósitos de previdência privada. A "vaquinha" está proibida por enquanto. "Estamos conversando s/isso ainda", acrescentou a Gleisi.




Senadoras que ocuparam a mesa do plenário em dia de apagão cometeram quebra de decoro, diz João Alberto

Postado por Marco Eusébio , 13 Julho 2017 às 14:30 - em: Principal

O presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA), que arquivou pedido de cassação do mandato do aliado Aécio Neves (PSDB-MG) e depois foi seguido pela maioria dos seus pares, admitiu ontem denúncia que pode gerar cassação de mandato das seis senadoras da oposição que ocuparam a mesa do plenário atrasando a sessão de terça, em dia de apagão, que terminou com a aprovação da reforma trabalhista. 
 
O pedido feito pelo senador José Medeiros (PSD-MT) e mais 14 senadores pede a abertura de processo disciplinar contra as senadoras Gleisi Hoffmann (PT-PR), Fátima Bezerra (PT-RN), Regina Sousa (PT-PI), Angela Portela (PDT-RR), Lídice da Mata (PSB-BA) e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM). 
 
João Alberto Souza disse que há indícios de quebra de decoro e o colegiado deve analisar o caso. Na próxima reunião do conselho, deverá ser sorteado o relator que analisará a Denúncia nº 1/2017 a quem caberá notificar as senadoras, que terão cinco dias úteis para apresentar sua defesa. Depois, o relator vai preparar seu relatório, sem prazo determinado, para que o assunto seja deliberado pelo colegiado.



Lula declarou apoio a Gleisi, ignorou Lindbergh e parte da militância esboçou vaia abafada por companheiros

Postado por Marco Eusébio , 02 Junho 2017 às 18:30 - em: Principal

Por Gabriel Mascarenhas no blog Radar da Veja:
 
"Lindbergh Farias ganhou espaço cativo na caixinha de mágoas de Lula desde que se recusou a abandoar a disputa pela presidência do PT. Esses dias, o ex-presidente, que pediu a ele para desistir do plano e apoiar Gleisi Hoffmann, sentenciou a interlocutores: “Esse menino não tem futuro”.
 
Mas o pior estava por vir.
 
Ontem, Lindbergh saiu diminuído do Congresso Nacional do partido, em Brasília. Ele sequer estava convidado para se sentar à mesa das autoridades no evento. Só ocupou uma cadeira depois que sua militância, na platéia, gritou pelo nome dele.
 
Ao pegar o microfone, Lula não perdoou: declarou voto na mulher que ele transformou em favorita para comandar o partido e nem felicitou o adversário dela. 'Quero dizer aqui que minha candidata a presidente do PT é a nossa líder e senadora Gleisi Hoffmann'.
 
A militância reagiu de novo e, ao fundo, esboçou uma vaia ao ex-presidente, rapidamente abafada pelos correligionários. Ao fim, vários petistas acompanharam Lula e Dilma Rousseff à sala VIP do local onde ocorreu o Congresso. Lindbergh tomou o caminho de casa, bem menor do que entrou."