Campo Grande, Domingo , 20 de Agosto - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: carlos-marun

Em vídeo, Marun diz que 'distritão' vai acabar com a história de 'votar no João e eleger o Adão'

Postado por Marco Eusébio , 18 Agosto 2017 às 14:30 - em: Principal

Carlos Marun (PMDB-MS) declarou que vai votar a favor do "distritão", sistema que acaba com o voto proporcional para vereador e deputado estadual e federal, não levando mais em conta os votos para o partido ou coligação e elege os mais votados de cada distrito eleitoral (estado ou município). 
 
Em vídeo no Facebook, o deputado federal admite que "não é o mais perfeito dos sitemas", mas cita "vantagens". "Primeiro, ele acaba com essa história de o cidadão votar no João e eleger o Adão", afirma. "Em segundo lugar, acaba com esses 'partidos pessoais'", diz Marun, citando o deputado Tiririca. "O Tiririca faz um milhão e meio de votos, se elege obviamente, e traz com ele cinco deputados sem voto. (...) Será que isso é correto?". 
 
Para Marun, o "distritão" valoriza o voto. "Quem tem voto vem pro parlamento. Quem não tem voto, vai pra casa". Sobre esse sistema beneficiar quem já é parlamentar, o deputado afirma: "Se o cidadão já é parlamentar conquistar os votos suficientes para continuar parlamentar, que continue. Se fizer um mal mandato, vai pra casa. Então, penso que essa é a lógica da democracia e, por isso, votarei no 'distritão'". Veja o vídeo.
 




Vander foi o que mais conseguiu liberação de verbas para MS nos últimos dois meses, seguido pelo tio Zeca do PT

Postado por Marco Eusébio , 07 Agosto 2017 às 12:00 - em: Principal

Votar em favor de Michel Temer na Câmara não foi vantagem para os deputados de Mato Grosso do Sul, pelo menos até agora. Em junho e julho, o governo federal liberou R$ 46,944 milhões para MS pela bancada federal. R$ 28,683 milhões por meio dos quatro que votaram para que o presidente fosse investigado por corrupção passiva: os petistas Vander Loubet e Zeca; Dagoberto Nogueira (PDT) e Mandetta (DEM). Foram R$ 10 milhões a mais do que os R$ 18,260 milhões liberados por meio dos quatro que votaram em favor de Temer: Carlos Marun e Geraldo Resende (ambos do PMDB), Tereza Cristina (PSB) e Elizeu Dionízio (PSDB). Quem mais conseguiu liberar verbas foi Vander, com R$ 9,195 milhões, seguido do tio Zeca, com R$ 7,197 milhões. Dos apoiadores de Temer, Tereza liderou com R$ 6,274 milhões, deixando em segundo lugar o ferrenho defensor do presidente, Marun, com R$ 5,874 milhões. O levamento foi divulgado na edição de hoje do jornal Correio do Estado, com base com base no site do Congresso.



Dizendo ver 'provas robustas' da culpabilidade de Michel Temer, Dagoberto votou a favor da investigação

A votação pela admissibilidade ou arquivamento da denúncia contra Michel Temer nesta tarde na Câmara dividiu os oito deputados da bancada de Mato Grosso do Sul: quatro votaram em favor da denúncia: Dagoberto Nogueira (PDT), Vander Loubet e Zeca (ambos do PT) e Mandetta (DEM). Outros quatro votaram pelo arquivamento: Carlos Marun (PMDB), Elizeu Dionízio e Geraldo Resende (ambos do PSDB) e Tereza Cristina (PSB), informou o jornalista Clodoaldo Silva lá da Câmara aqui ao Blog. Veja no vídeo abaixo os votos de Marun e Dagoberto contra e a favor da denúncia.




Chamado de 'mosqueteiro de Temer' pelo UOL, Marun questionou pesquisas que apontam falta de apoio ao presidente

Postado por Marco Eusébio , 02 Agosto 2017 às 14:30 - em: Principal

Antes da votação da Câmara que deve decidir hoje se aceita a denúncia de Rodrigo Janot contra Michel Temer por corrupção passiva, o deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) desqualificou pesquisas como a do Ibope/CNI que apontou que só 5% aprovam o atual governo, rejeitado por 70%, na pior avaliação da história.
 
"Tem alguma coisa errada nessas pesquisas. Não é possível que ele tenha 95% de rejeição. Não vejo adesivo de 'Fora, Temer' nos carros por aí. As perguntas também devem estar equivocadas", afirmou Marun ao site UOL que chamou o deputado sul-mato-grossense de um dos "três mosqueteiros" de Temer. 
 
"Essa impopularidade de Temer é que nem cabelo de freira. Todo acha que existe, mas ninguém vê", acrescentou. 
 
Questionado sobre também ter apoiado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que acabou cassado, Marun afirmou:
 
– "Eu nunca falei que ele ia vencer aqui, que eu sabia que ele estava derrotado. Mas isso não foi o suficiente para que eu me transformasse em um vira-casaca. Penso que Eduardo Cunha tem serviço prestado ao país e o principal dele tem serviço prestado ao país e o principal dele foi ter tirado aquela praga [em referência a Dilma] que assolava o Palácio do Planalto no comando da nação. Ele quem comandou o processo".



Postado por Marco Eusébio , 31 Julho 2017 às 14:20 - em: Principal

Do Painel da Folha de S.Paulo:
 
"Da tropa de choque de Temer, Carlos Marun (PMDB-MS) ironiza os deputados que defendem a obstrução:
 
– 'Estão agindo como moleques assustados, que marcam local e hora para a briga, mas não aparecem'."



Versão online da revista Veja mostra Marun voltando a defender Michel Temer contra denúncias de Joesley

Postado por Marco Eusébio , 28 Julho 2017 às 13:20 - em: Principal


Os deputados José Priante (PA) e Carlos Marun (MS) encabeçam lista do PMDB para comandar o Ministério das Cidades

Postado por Marco Eusébio , 26 Julho 2017 às 12:45 - em: Principal

Alegando que o PSDB não merece comandar uma pasta de tamanha capilaridade política, diante das críticas a Michel Temer e ameaças de desembarcar da base aliada desde que a delação da JBS atingiu o presidente, a bancada do PMDB na Câmara está pressionando o Planalto para nomear na reforma ministerial em agosto um deputado do partido como ministro das Cidades, no lugar do deputado licenciado Bruno Araújo (PSDB-MG). Pelo menos dois nomes são defendidos pelos peemedebistas: o do deputado Carlos Marun (MS), vice-líder do PMDB e um dos mais aguerridos defensores de Michel Temer na Câmara; e o do deputado José Priante (PA). Procurado pelo jornal O Estado de S.Paulo, Marun negou pleitear a vaga e disse que seu desejo é que PSDB continue no governo. Ressaltou, porém, que tem currículo para assumir o posto. "Fui membro do Conselho Nacional das Cidades por mais de dez anos e possuo um relacionamento antigo com movimentos sociais de habitação", afirmou.




Relatório de Paulo Abi-Ackel em favor de Temer vai ao plenário após CCJ rejeitar parecer de Zveiter a favor da investigação

Postado por Marco Eusébio , 13 Julho 2017 às 18:00 - em: Principal


Carlos Marun usou condenação de Lula para provocar petistas dizendo que acusam Temer 'sem provas'

Postado por Marco Eusébio , 13 Julho 2017 às 17:15 - em: Principal

Por Marcelo Rocha no blog Expresso da Época:
 
"O deputado Carlos Marun (PMDB-MS) interpelou os petistas Wadih Damous (RJ) e Paulo Pimenta (RS) no corredor da Câmara para comentar a decisão do juiz Sergio Moro, proferida nesta quarta-feira, que condenou o ex-presidente Lula a nove anos e seis meses de cadeia pelo crime de corrupção passiva no episódio envolvendo a compra do tríplex em Guarujá. 'Tá vendo? Vocês ficam aí acusando sem prova, c… na b… de vocês', numa alusão às acusações que a oposição faz ao presidente Michel Temer. Os petistas não gostaram nada do jeito com que Marun tratou o assunto."



Carlos Marun acredita em vitória de Michel Temer contra denúncia de Janot no plenário da Câmara

Postado por Marco Eusébio , 11 Julho 2017 às 11:00 - em: Principal

Por Guilherme Amado no blog do Lauro Jardim em O Globo:
 
"Carlos Marun está a mil dizendo que Michel Temer tem os votos para ganhar na CCJ e no plenário da Câmara. Talvez desta vez a matemática peculiar do deputado esteja mais certeira. Em 2016, os números de Marun diziam que seu amigo Eduardo Cunha não seria cassado. Cunha teve 10 votos a seu favor no plenário."