Campo Grande, Quarta-Feira , 18 de Outubro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: carlos-marun

Randolfe dispara: 'bate-pau do presidente Temer'. Marun rebate: 'vira-lata, senadorzinho de quinta'

Postado por Marco Eusébio , 18 Outubro 2017 às 11:30 - em: Principal

Um bate-boca travado pelo deputado Carlos Marun (PMDB-MS), que preside a CPI da JBS no Congresso, e o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), marcou a sessão da comissão ontem. Randolfe disse que o deputado Paulo Pimente (PT-SP) e Marun estavam "muito próximos". O sul-mato-grossense rebateu: 
 
– "O senhor não me cite, porque o senhor já tem tido muita asneira a meu respeito. E já está passando dos limites..."
 
Randolfe questionou:
 
– "Isso é uma ameaça, deputado?"
 
Marun respondeu que não estava ameaçando:
 
– "Eu só estou lhe dizendo que eu estou lhe ouvindo com todo respeito, não me dirigi a vossa excelência, e o senhor me respeite!"
 
O senador treplicou e ambos começaram a gritar ao mesmo tempo. No meio do bate-boca, Marun chamou Randolfe de "vira-lata" e "senadorzinho de quinta categoria"; e o senador disse que o deputado é "lambe bota" e "bate-pau do presidente Temer".
 
A sessão acabou suspensa para que os senadores votassem a situação de Aécio Neves que, por 44 votos contra 26, ganhou o direito de retomar o mandato no Senado.
 
Veja o vídeo:




Carlos Marun, que estava fora do País, diz que está de volta nesta segunda-feira com as 'baterias recarregadas'

Postado por Marco Eusébio , 16 Outubro 2017 às 11:00 - em: Principal

Deputado da base aliada de Michel Temer que mais apareceu na imprensa nacional durante a primeira denúncia da PGR no Supremo contra o presidente, o sumiço de Carlos Marun (PMDB-MS) da mídia nestes dias que antecedem a votação da Câmara sobre a segunda denuncia contra o peemedebista causa estranheza. Neste domingo que expirou o feriadão prolongado, perguntei ao Marun a causa de seu "desaparecimento" e o deputado respondeu ao Blog: "Estive fora do País a semana inteira. Fui muitíssimo procurado, neste fim de semana, por praticamente todos os jornais, e as TVs Globo e Band. Nesta segunda-feira estou de volta, com as baterias recarregadas".




Colegas apartam Marun e Júlio Delgado durante bate-boca na sessão da Câmara que aprovou fundo para campanhas eleitorais

Postado por Marco Eusébio , 05 Outubro 2017 às 09:30 - em: Principal


Depois de reunião hoje do PMDB, Marun confirmou ida de Waldeli para o PMDB conforme antecipou este Blog

Postado por Marco Eusébio , 02 Outubro 2017 às 12:15 - em: Principal

O deputado federal Carlos Marun confirmou hoje ao site Campo Grande News, após reunião da executiva do PMDB na Capital, o que foi antecipado aqui no Blog desde o início do ano: o prefeito de Costa Rica Waldeli dos Santos Rosa (PR) vai se filiar ao partido e se tornará uma das opções do PMDB para disputar o governo de Mato Grosso do Sul em 2018 caso o "número um", o ex-governador André Puccinelli, não queria voltar a ser candidato. "Waldeli vem como uma das opções, mas não com a condição de ser candidato", afirmou (tentando aliviar o foco de adversários ao já considerado "número dois") o Marun ao site.




Paulo Rios, indicado por Carlos Marun há nove meses, admite ter sido surpreendido hoje com sua nomeação para coordenação local da Funai

Postado por Marco Eusébio , 28 Setembro 2017 às 10:45 - em: Principal

Nove meses depois de Carlos Marun (PMDB-MS) indicar ao presidente Michel Temer seu assessor para o cargo (leia aqui), a nomeação de Paulo Rios Júnior como coordenador regional da Funai em Campo Grande publicada hoje no Diário Oficial da União pegou o deputado federal de surpresa. De Brasília, por telefone, Marun acaba de dizer com exclusividade ao Blog que tinha convidado Rios para exercer a coordenação política de seu mandato na região Sudoeste de Mato Grosso do Sul e vai conversar com ele sobre assumir ou não a função. "Quero conversar com ele na segunda-feira pra verificar o que é melhor nesse momento pra ele, para o nosso grupo político e para a Funai também" disse o deputado. Marun acrescentou que a nomeação indicam que as avaliações feitas em nível do governo federal mostram que Paulo Rios é uma pessoa "com currículo e idoneidade suficientes para assumir esse cargo". Ouça abaixo o que disse Marun com exclusividade ao Blog.





Para Carlos Marun, o procurador-geral da República Rodrigo Janot ´é um vilão do crescimento do Brasil'

Postado por Marco Eusébio , 17 Setembro 2017 às 12:15 - em: Principal

Escolhido como relator da CPI da JBS e chamado pelo jornal de "líder da tropa de choque de Temer", o deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS), em entrevista divulgada neste domingo no O Globo, disse que a saída do senador Otto Alencar (PSDB-BA) da comissão por não concordar com sua indicação para a relatoria na última semana, é uma "saída pirotécnica e fruto de medo". "Esses que estão saindo… o que eu vejo? Estão saindo por medo". Questionado sobre que "medo" seria esse, Marun justificou: 
 
– "Nós vamos investigar quem sempre nos investigou. Vamos interrogar quem sempre nos interrogou. Esse é um paradigma que será quebrado. Medo desse embate que nós vamos ter. De dali a pouco ter que se posicionar em relação a um procurador. E também, em alguns, pode acontecer a vontade de que a JBS não seja investigada".
 
O deputado de MS negou na entrevista que um dos alvos da investigação seja Rodrigo Janot, que termina neste domingo seu mandato como procurador-geral da República. Para Marun, Janot é um "vilão do crescimento do Brasil". "Não é que ele seja um bandido, mas um vilão do crescimento do Brasil, acho que ele é. O doutor Janot é hoje a pessoa que mais atrapalha o Brasil. Vilão do PMDB, não. O PMDB tem gente que tem contas a acertar. Que acertem".
 
Marun afirmou ainda que, apesar da pressão de alguns parlamentares, não renunciará ao cargo de relator. "Não renuncio de jeito nenhum. Esta CPI é uma CPI para corajosos. Eu tenho meus defeitos, mas não sou uma pessoa desleal", declarou. 
 
Leia aqui a íntegra da entrevista ao jornal O Globo.



Após ver vídeo de Dagoberto no Blog, Marun contra-atacou via WhatsApp: '...Deputado de pouquíssimos votos'

Postado por Marco Eusébio , 13 Setembro 2017 às 13:45 - em: Principal

Lá de Brasília, o deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) acaba de enviar mensagem via WhatsApp aqui ao Blog rebatendo o "direto de esquerda" disparado abaixo pelo deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT-MS) contra a CPI da JBS e criticando sua escolha como relator da comissão: "É estranho que venha de um deputado do MS a única declaração de um colega realmente ofensiva em relação a CPI e à minha relatoria. Deputado de pouquíssimos votos, Dagoberto erra em medir os outros pela régua das suas atitudes."

 

P.S. Também via WhatsApp de Brasília, Dagoberto pediu ao Blog a tréplica, que publicamos agora (16h MS):
 
"Marco, quero estar muito longe da régua do Marun. Hoje mesmo o aconselhei para que ele tivesse cuidados. Os irmãos Batista devem ser presos, mas a empresa monopolizou o comércio de carne no estado e seu fechamento repentino causaria desemprego e abalaria a nossa pecuária. Portanto, tem que ter muita responsabilidade com o país e também com o estado."



Dagoberto em vídeo no YouTube: 'Infelizmente o relator tem um lado e ele não é muito republicano'

Postado por Marco Eusébio , 13 Setembro 2017 às 13:00 - em: Principal

A criação da CPI da JBS no Congresso e a indicação do deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) como relator da comissão foram alvos de críticas do deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT-MS) em vídeo na internet. Para o pedetista, a comissão é "um circo" armado para "blindar" Michel Temer tendo um integrante da tropa-de-choque do presidente como relator. "Os parlamentares mais sérios já abandonaram esse verdadeiro circo. Infelizmente o relator tem um lado e ele não é muito republicano", emendou com um gancho de esquerda. Para Dagoberto, com "ingredientes para descambar em vingança política", a CPI poderá acabar afetando a economia de MS, onde a JBS emprega mais de seis mil pessoas. Veja o vídeo:




Senadores Ricardo Ferraço (PSDB-ES) e Otto Alencar (PSD-BA) deixaram a CPI da JBS alegando 'farsa' e 'parcialidade'

Postado por Marco Eusébio , 13 Setembro 2017 às 09:00 - em: Principal

Os senadores Ricardo Ferraço (PSDB-ES) e Otto Alencar (PSD-BA) deixaram a CPI da JBS após o deputado Carlos Marun (PMDB-MS) ter sido escolhido ontem relator da comissão. Alencar alegou que a CPI virou uma "farsa" com "jogo combinado". Para Ferraço, a escolha de Marun, aliado de Michel Temer, deixa evidente que a CPI terá investigação "parcial". "Na medida que você coloca chefe de tropa de choque para fazer isso ou aquilo, fica evidente que essa será uma investigação parcial e eu não participo disse, por isso pedi o afastamento", disse Ferraço. Questionado pela Globo sobre as declarações de Ferraço, Marun respondeu: "O senador Ferraço não me conhece como eu não o conheço. Eu gostaria de saber qual é a atitude que eu tomei fora da legalidade, fora da retidão [...] Se for por questão de honestidade, eu posso dar aula ao senador Ferraço", disse. "Ele [Ferraço] pode ser no máximo tão honesto quanto eu. Mais honesto que eu ele não é. Sua atitude é indigna de quem se diz democrata [...]. Esse tipo de gente acaba não fazendo falta em uma CPI na qual é exigida coragem", acrescentou Marun.




Joesley Batista com um terço nas mãos, ao ser levado pela Polícia Federal para a carceragem

Postado por Marco Eusébio , 12 Setembro 2017 às 18:30 - em: Principal

Da coluna Painel da Folha de S.Paulo:
 
"Do deputado Carlos Marun (PMDB-MS), sobre a suspensão da delação da JBS e a prisão do empresário Joesley Batista, acusado de omitir informações:
 
– Ao ver Joesley com o terço nas mãos, torci para que ele estivesse rezando pelo Brasil e pedindo perdão pelos prejuízos que causou à nação."