Campo Grande, Domingo , 23 de Abril - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br
Dirson, Jean, Delgado, Jary, Marco Aurélio, Shimabukuru e Amarildo

Postado por Marco Eusébio , 23 Abril 2017 às 11:00 - em: Principal

O Crea-MS fará eleição no dia 13 de novembro para que os engenheiros possam escolher seu futuro presidente para os três anos seguintes. As candidaturas só serão homologadas em agosto, mas desde já são cotados como pré-candidatos o atual presidente Dirson Freitag e Marco Aurélio Braga. Além deles, outros engenheiros podem entrar na disputa: Amarildo Miranda, Edson Delgado, Edson Shimabukuro, Jary Castro e Jean Saliba. Em qual você votaria hoje? Dê seu palpite à direita (conectado ao Facebook) na nova Enquete da Semana do Blog!




100% dos que votaram querem fim da insenção

Postado por Marco Eusébio , 23 Abril 2017 às 10:45 - em: Principal

A isenção de impostos para igrejas e demais denominações religiosas deve acabar já que o governo federal fala em crise, corte de gastos e necessidade de receita. Dos 53 leitores que votaram no voto essa foi a opinião de 100%.
 



Postado por Marco Eusébio , 23 Abril 2017 às 10:00 - em: Principal

Folha de S.Paulo - SP
"Temer quer aliado de Janot na Procuradoria"
 
O Globo - RJ
"'Não será a corrupção que poderá parar esse país'"
 
A Gazeta - MT
"Vítimas de chacina foram mortas a tiros e facadas"
 
A Tarde - BA
"Lojas de rua apostam em grandes liquidações"
 
Diário do Pará - PA
"'Privatização da Cosanpa é jogo de cartas marcadas'"
 
REVISTAS
 
Veja
"Acabou"
 
IstoÉ
"Por que agora você pode acreditar na retomada da economia"
 
Época
"Mercadores de leis"
 
CartaCapital
"Os pecadores"
 



Apoiadores de Bolsonaro na praça de alimentação do Norte-Sul Plaza

Postado por Marco Eusébio , 22 Abril 2017 às 21:00 - em: Principal


General Villas Boas: preocupação com o perigo de líderes populistas

Postado por Marco Eusébio , 22 Abril 2017 às 17:00 - em: Principal

O comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, declarou que a instituição foi sondada e rechaçou a hipótese de apoiar a decretação de estado de defesa nos dias tensos que antecederam o impeachment de Dilma. A revelação foi feita em entrevista à revista Veja que chegou às bancas neste fim de semana. Villas Bôas não diz quais políticos fizeram a consulta, disse apenas que são de esquerda, e afirmou que as Forças Armadas ficaram "alarmadas" com a perspectiva de serem empregadas para "conter as manifestações que ocorriam contra o governo". "Nós temos uma assessoria parlamentar no Congresso que defende nossos interesses, nossos projetos. Esse nosso pessoal foi sondado por políticos de esquerda sobre como nós receberíamos uma decretação do estado de defesa", afirmou Villas Bôas. Na entrevista, o comandante do Exército também manifesta também preocupação com o "perigo" de surgir no país líderes populistas com discursos “politicamente incorretíssimos, mas que correspondem ao inconformismo das pessoas".




Lula deve ser 'vacinado' contra Lava Jato para ser candidato, na opinião de Serra

Postado por Marco Eusébio , 22 Abril 2017 às 14:30 - em: Principal


Delcídio omitiu fatos revelados por ex-diretor da Odebrecht

Postado por Marco Eusébio , 22 Abril 2017 às 13:00 - em: Principal


Postado por Marco Eusébio , 22 Abril 2017 às 12:00 - em: Principal


Postado por Marco Eusébio , 22 Abril 2017 às 10:20 - em: Principal




Pt, uma estrela cadente

Postado por Marco Eusébio , 22 Abril 2017 às 10:00 - em: Principal

O PT não conseguiu organizar diretórios em 1,12 mil das 3,35 mil cidades onde realizou eleições para esse fim no dia 9 deste mês. Nessas localidades, os diretórios serão substituídos por comissões provisórias. O número de votantes também caiu de 425 mil, em 2013, para 290 mil agora. Alguns dirigentes alegam a dificuldade de preencher cotas obrigatórias. Outros admitem que é mais um revés sofrido desde o início da Lava Jato. (Com O Globo)