Campo Grande, Segunda-Feira , 11 de Dezembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br
Destruição de armas feita em setembro pelo 9º Batalhão de Suprimento (9º B Sup) do Exército em Campo Grande

Postado por Marco Eusébio , 05 Dezembro 2017 às 11:00 - em: Principal

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul entregou 1.883 armas de fogo e 20.730 itens de munições ao Exército Brasileiro para destruição, de abril a novembro deste ano. São révolveres, pistolas, espingardas, carabinas, rifles e garruchas das varas criminais, da Infância e Juventude, da Justiça Militar, da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher e juizados especiais criminais. Quando as armas e munições não mais interessam à persecução penal, o juiz autoriza a sua destruição, e o material no estado é repassado pela Assessoria Militar do TJMS para a 9ª Região Militar, em Campo Grande.



Postado por Marco Eusébio , 05 Dezembro 2017 às 10:15 - em: Principal




Corregedor nacional de Justiça do CNJ, João Otavio Noronha diz que fez uma brincadeira durante a palestra

Postado por Marco Eusébio , 05 Dezembro 2017 às 09:00 - em: Principal

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), atual corregedor nacional de Justiça, João Otávio Noronha, gerou polêmica ao declarar que heterossexual está virando minoria e vai precisar reivindicar direitos no Brasil. "Hoje o nosso juiz constitucional não pode ser pautado pelas minorias só. Aliás, eu já vi que quero meus privilégios porque o heterossexual agora está virando minoria. Não tem mais direito nenhum. Estamos criando isso", afirmou, em tom de brincadeira, durante evento promovido pelo STJ para discutir o ativismo judicial. Sua fala gerou reações de grupos LGBT e o ministro divulgou nota afirmando que fez uma brincadeira durante a palestra, ressaltando que foi o primeiro juiz a reconhecer a união homoafetiva e que respeita e sempre respeitou os direitos das minorias.




Postado por Marco Eusébio , 05 Dezembro 2017 às 08:00 - em: Principal

O Globo - RJ
"Ofensiva por reforma inclui promessas eleitorais"
 
O Estado de S.Paulo - SP
"Temer quer que base obrigue deputados a aprovar Previdência"
 
Folha de S.Paulo - SP
"Meirelles acirra crise entre PSDB e governo"
 
Correio do Estado - MS
"Águas de dezembro"
 
O Estado - MS
"Estado injetará R$ 1,5 mi na economia de MS"
 
A Gazeta - MT
"Estado rompe com consórcio e cobra multa de R$ 147 mi"
 
Correio Braziliense - DF
"Greve sem fim no metrô revolta passageiros"
 
A Tarde - BA
"PGR denúncia Geddel, Lúcio e mãe por 'bunker'"
 
Estado de Minas - MG
"Mortes aumentam o alerta para a chuva"
 
Zero Hora - RS
"Tempo médio de apelações no TRF4 indica julgamento de Lula em março"
 
Jornal do Commercio - PE
"A barganha da Previdência"
 
Diário Catarinense - SC
"Prefeituras buscam apoio de empresas para festa da virada"
 
Gazeta de Alagoas - AL
"Assassino do capitão Rodrigues é condenado a 17 anos de prisão"



Só neste segundo semestre de 2017 preço médio do gás de cozinha teve seis aumentos e uma redução

Postado por Marco Eusébio , 04 Dezembro 2017 às 18:15 - em: Principal

O preço do gás liquefeito de petróleo (GLP) em botijões de até 13 kg sobe mais 8,9% nas refinarias a partir desta terça-feira. A Petrobras alega alta das cotações do produto nos mercados internacionais e diz em nota que os reflexos no preço ao consumidor vão depender de repasses feitos por distribuidoras e revendedores. O aumento não se aplica ao preço do gás para uso industrial e comercial. Desde junho foram seis aumentos e uma redução. O preço médio acumula alta de 17,7% no ano, conforme a Agência Nacional de Petróleo (ANP). Sem contar o reajuste anunciado hoje, o preço médio do botijão ao consumidor saltou de R$ 55,74 em janeiro para R$ 65,64 na semana passada.




Meirelles diz que crescimento de Lula e Bolsonaro tem limite e que eleitor aguarda candidato sem posições extremas

Postado por Marco Eusébio , 04 Dezembro 2017 às 17:00 - em: Principal

O Planalto terá candidato à sucessão de Michel Temer em 2018 e não será Geraldo Alckmin, por faltar "comprometimento claro" do PSDB com as reformas, diz o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, em entrevista à Folha de S.Paulo. Filiado ao PSD, Meirelles não descarta ser ele o candidato, mas repete que só decidirá sobre isso no final de março de 2018. Para Meirelles, seu baixo percentual de até 2% nas pesquisas reflete o fato de ele não estar em campanha.
 
Para o ministro, quando o resultado de políticas como o teto de gastos e a reforma trabalhista ficar evidente para a população, haverá oportunidade um candidato "com credibilidade" mostrar que o crescimento econômico e a renda vêm desses projetos. Meirelles avalia que a polarização entre Lula e Bolsonaro tem um "teto de crescimento". "A grande maioria ainda aguarda um candidato que não tenha posições extremadas", afirmou.
 
O líder do PSDB na Câmara, deputado Ricardo Tripoli, reagiu dizendo à Folha que, na reforma trabalhista, seu partido deu ao governo mais votos do que o PSD de Meirelles. "Isso é porque ele é candidato e ele quer agora, obviamente, começar a campanha eleitoral. Começou muito mal. Não é por aí que ele vai conseguir convencer a população brasileira que o PSDB não tem ajudado o governo. Quero ver na hora de pegar os votos lá e conferir", afirmou.



Prefeito Marquinhos Trad e a primeira-dama Tatiana em coletiva hoje com a vice-prefeita e secretários

Postado por Marco Eusébio , 04 Dezembro 2017 às 15:40 - em: Principal

Lâmpadas de decoração de Natal sumiram do depósito da Prefeitura de Campo Grande, que abriu sindicância para apurar o caso, informou a primeira-dama Tatiana Trad em coletiva de imprensa hoje quando o prefeito Marquinhos Trad (PSD) anunciou a programação natalina. O secretário de Governo, Antônio Lacerda, disse que novas luzes foram compradas em São Paulo, mas não soube informar o valor gasto, diz o jornal Correio do Estado. A prefeitura vai ligar amanhã à noite a iluminação na Avenida Afonso Pena, quando também será acesa a da Rua 14 de Julho, sob responsabilidade da  Associação Comercial (ACICG), e da Morada dos Baís, a cargo da Fecomércio. Marquinhos disse que a Cidade do Natal nos altos da Afonso Pena será aberta na sexta. O local terá "Show da Virada" no dia 31 e vai receber o público até 6 de janeiro, Dia de Reis, data de desmontar presépios, conforme a tradição.




Em coletiva com participação de deputados e da Fecomércio, Azambuja anunciou calendário de pagamentos dos servidores

Postado por Marco Eusébio , 04 Dezembro 2017 às 14:30 - em: Principal

Reinaldo Azambuja anunciou nesta segunda-feira que o salário dos servidores de Mato Grosso do Sul referente a novembro foi creditado hoje e estará disponível nesta terça para saques, informou que o décimo-terceiro será liberado no dia 14 para reforçar as vendas de Natal do comércio, e que a folha de dezembro estará disponível no dia 4 de janeiro. No total, explicou, serão colocados em circulação R$ 1,5 bilhão que devem aquecer a economia regional no período. "Isso mostra o quanto foi importante as atitudes que tomamos, algumas impopulares até, para sermos hoje um dos poucos estados brasileiros que consegue cumprir com o calendário e com a obrigação do pagamento dos seus servidores, e manter investimentos", disse o governador, citando, como exemplo, a lei que fixou o teto de gastos. "Hoje somos um Estado responsável, todos os poderes só vão gastar aquilo que arrecada, e isso dá uma estabilidade ao poder público", acrescentou, em coletiva de imprensa que contou com participação do presidente da Fecomércio, Edson Araújo, e deputados.



Odilon: 'Esses ataques revelam o desespero de quem já percebeu que meu perfil significará o fim de privilégios

Postado por Marco Eusébio , 04 Dezembro 2017 às 13:00 - em: Principal




Simbolo de elegância, Carmen Mayrink Veiga ao posar para fotos em sua casa e em capas de revistas internacionais

Postado por Marco Eusébio , 04 Dezembro 2017 às 12:20 - em: Principal