Campo Grande, Domingo , 20 de Agosto - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Postado por Marco Eusébio , 20 Junho 2009 às 12:17 - em: Principal

Frase postada meia hora atrás no Twitter pelo senador Delcídio do Amaral que disputa o comando do PT em Mato Grosso do Sul defendendo a reeleição do deputado estadual Amarildo Cruz à presidência regional do partido contra o deputado federal Vander Loubet, sobrinho de seu rival Zeca e candidato do grupo do ex-governador.


Postado por Marco Eusébio , 20 Junho 2009 às 12:10 - em: Principal

- “Em tempos de chumbo grosso no Senado há uma avalanche de pré-candidatos em MS. Sinal de que o Senado não deve ser tão ruim como dizem.” - Delcídio do Amaral, no Twitter, 8 minutos atrás.

 

Cá entre nós, nobre senador, mas, há sete anos lá, o senhor deve saber muito bem que é bom. Nem precisa sinal. E, por sinal, ninguém falou que é ruim... pelo menos eu não vi isso. O que se tem falado é que é bom demais com tanta mordomia paga pelos demais cidadãos menos privilegiados bancando parentes, agregados etc., inclusive como a sobrinha do Sarney que "trabalha" em Campo Grande. Portanto, óbvio que tenha avalanche de pré-candidatos. Ou acha que só o senhor gosta do que é bom, heim?




Postado por Marco Eusébio , 20 Junho 2009 às 10:55 - em: Principal

Deu hoje no Estadão: "O Congresso abriga mais um exemplo ilustrativo do uso de dinheiro público para bancar despesas privadas da família do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). O mordomo da casa de sua filha, Roseana Sarney, ex-senadora e atual governadora do Maranhão, é um servidor pago pelo Senado. Amaury de Jesus Machado, de 51 anos, conhecido como 'Secreta', é funcionário efetivo da instituição. Ganha, com gratificações, em torno de R$ 12 mil. Deveria trabalhar no Congresso, mas de 2003 para cá dá expediente a sete quilômetros dali, na residência que Roseana mantém no Lago Sul de Brasília. 'Secreta' é uma espécie de faz-tudo, quase um agregado da família. Cuida dos serviços de copa e cozinha, distribui ordens aos funcionários e organiza as recepções que Roseana promove quando está na cidade."

 

Ou seja, é mais um atestado do motivo porque o Maranhão, governado há 40 anos pelo clã, é um dos eternos bolsões de pobreza deste país. E mais um atestado do motivo que faz o Brasil, apesar de tanta riqueza, não conseguir ser um país de primeiro mundo. Culpa de quem? Do eleitor. Faz lembrar a piada em que Deus questionado sobre o motivo de fazer deste um país de tantas riquezas e belezas sem catástrofes climáticas como os demais, responde... "você nem imagina o povinho que eu vou botar lá". 




Postado por Marco Eusébio , 20 Junho 2009 às 10:43 - em: Principal

Encontrei a senadora Marisa Serrano (PSDB-MS) na noite de ontem (19) e perguntei a ela se o Zé Sarney (o maranhense do PMDB que se elege e reelege pelo Amapá em mais uma das aberrações promovidas por eleitores brasileiros) cairia ou não da presidência do Senado com o escândalo da parentalha e agregados de nobres que recebem salário do bom pago pelo contribuinte. A tucana respondeu que "esteve pra cair na quarta, mas com as iniciativas dele no sentido de tentar regularizar a situação deveria ainda se manter no cargo". Agora, com essa história de mordomo da filhinha governadora... espero que haja vergonha naquela Casa de nobres. Ainda tenho esperança.


Postado por Marco Eusébio , 20 Junho 2009 às 10:08 - em: Papo de Arquibancada

Ricardo Gomes, o ex-zagueiro da Seleção Brasileira que estava dirigindo o Mônaco, volta ao Brasil para ser o novo técnico do São Paulo. Ele substitui Muricy Ramalho, demitido ontem, dia seguinte ao da eliminação do clube da Libertadores pelo Cruzeiro, terceira vez consecutiva por um outro time brasileiro, sob comando do agora ex-técnico. O anúncio foi feito pelo presidente Juvenal Juvêncio.

 

O que prova que o Juvenal não leu minha nota, senão teria demitido o Muricy como pedi mas promovido o Zé Sérgio das categorias de base. Afinal, o Zé era atacante, ponteiro dos bons, e o Ricardo Gomes, zagueiro. Vai que o cara é retranqueiro... Resta torcer para que não. Saudações tricolores seu Gomes!

 

P.S.: Mas... justo um zagueiro?!! Assim vai mal, "sêo" Juvenal.




Postado por Marco Eusébio , 19 Junho 2009 às 19:47 - em: Papo de Arquibancada

O Galo bem que tentou sobreviver na Série A bicando o Rio Verde alegando que o clube do interior colocou três jogadores irregulares em campo – com três cartões amarelos cada. Até foi verdade. Mas nem no tapetão o Operário anda bem das pernas. Chegou atrasado, fora do prazo legal, ao Tribunal de Justiça Desportiva estadual. Somando-se ao fato que o presidente do clube falou muito mal dos membros do TJD-MS na primeira sessão, ontem à noite saiu o resultado definitivo da Corte ofendida. E diz que aquele que é o mais tradicional clube de futebol de Mato Grosso do Sul vai mesmo de ciscar na segunda divisão do estado. Pra quem já foi uma das principais forças do futebol do interior do Brasil, isso significa nada, nada...

 

...nada mesmo.




Postado por Marco Eusébio , 19 Junho 2009 às 18:09 - em: Principal

 

- "Depois de idas e vindas, só o Papa conseguirá resolver as eleições internas do PT em MS. E não é tarefa para Bento XVI.É para João Paulo II." - Postado 7 minutos atrás no Twitter pelo senador Delcídio do Amaral (foto) que disputa com o ex-governador Zeca o comando do PT em Mato Grosso do Sul.

 

É como esta coluna afirma faz alguns anos, bem antes do blog. O PT em MS só tem duas saídas: a do Zeca ou a do Delcídio.

 




Postado por Marco Eusébio , 19 Junho 2009 às 18:02 - em: Principal

Ao lançar em Alta Floresta, no vizinho Mato Grosso, o programa de regularização de terras na Amazônia que visa combater o desmatamento, o presidente Lula disse nesta sexta-feira que não se deve chamar de "bandido" quem desmatou, mas sim conscientizar a sociedade que o desmatamento "joga contra" o País e deve ser evitado, divulgou a Agência Brasil.

 

Faz sentido essa conversa pra agradar eleitor moto-serra e reis da soja. Bandido não é o termo mais adequado pra quem comete crime contra a humanidade. Suicida ou assassino ficaria melhor, né não?!

 

P.S. A bajulação de Lula teve recado certo, o rei da soja Blairo Maggi a quem ele teceu loas e só faltou dizer "é o cara". Confira clicando aqui em Folha Online.




Postado por Marco Eusébio , 19 Junho 2009 às 17:11 - em: Principal

Em plena semana de escândalos das maracutaias secretas do Senado, pega fogo a reação de entidades de membros do MP e do Judiciário brasileiro contra a “lei da mordaça” do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) pronta para entrar na pauta do Congresso com pedido de urgência pra ser votada. As associações que representam juízes, procuradores e promotores classificam, educadamente, a proposta como “retrógrada, ameaçadora e capaz de interromper o respeito construído entre a magistratura e o parlamento brasileiros”, conforme documento entregue ao presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), aos líderes partidários e à imprensa.  O Projeto de Lei nº 265/07 estabelece pena para membros do MP que entrarem com ação contra políticos motivados supostamente por má-fé ou perseguição política. Determina ainda que o responsável pela ação (ou a associação correspondente)  pague multa equivalente a dez vezes o valor das custas processuais mais os honorários advocatícios.


Cá entre nós, como a corja faz lei em benefício próprio pra ficar impune às maracutais que aprontam. Ninguém vê algum parlamentar digno do voto do eleitor propor projeto determinando que político com evidências de se apoderar do dinheiro público tenha seus bens e o de todos os seus parentes de até 2º grau (mais conhecidos como testas-de-ferro) bloqueados até que provem à Receita Federal tim-tim por tim-tim a origem. Sem esse papo demagogo de prisão, algema, pra depois liberar o larápio pela lei de “impunidade” parlamentar pra ele goze do fruto da rapinagem e cometa novas falcatruas. Mas, isso é utopia, afinal, político brasileiro fazer isso seria por a corda no próprio pescoço já que raramente um conseguiria provar que com a própria profissão de origem ficou tão rico honestamente. Ou será que tem algum realmente nobre deputado ou senador que se habilita, heim?! Fica aí a sugestão... Será que tem?




Postado por Marco Eusébio , 19 Junho 2009 às 14:47 - em: Principal

Cinco dias depois de a Delegacia Especializada contra Crimes Ambientais e Proteção ao Turista (Decat), com ordem judicial, recolher e entregar para os cuidados da ONG Abrigo dos Bichos dez cães que deixou abandonados sem comida, água e no meio de fezes e urina em uma casa da Rua Cândido Mariano, no centro de Campo Grande (MS), o agora ex-dono dos animais esteve há pouco na clínica veterinária Bourgelat onde os cachorros estão sendo tratados. Disse que queria ver os bichos e tirar satisfações com a veterinária e assustou funcionários. "Me ligaram preocupados. Ficamos bastante assustadas e avisamos a polícia", informou à este blog a veterinária e advogada Maria Lúcia Costa Metello, presidente da ONG depois de ligar para o delegado da Decat, Fernando Villa de Paula, que mandou comunicar ao cidadão que procurasse a delegacia, onde, para não ser preso em flagrante por maus tratos, apresentou, no dia da apreensão, na segunda-feira p. p., atestado alegando tratamento psiquiátrico. Malu  informa que uma das cadelas, prenhe, sofreu cirurgia de emergência ontem para retirada de quatro filhotes que estavam mortos na barriga. “Isso a salvou. Se estivesse ainda na casa com certeza teria morrido”, contou. Dos dez cães, seis machos e quatro fêmeas, um está com leishmaniose e oito com anemia hipocrômica, informou Malu.