Campo Grande, Quarta-Feira , 24 de Janeiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br


Janot revê delação da JBS e pode cancelar benefícios dados aos irmãos Batista

Reprodução de vídeo GloboNews Janot revê delação da JBS e pode cancelar benefícios dados aos irmãos Batista
Janot afirmou que revisão do acordo pode implicar em perda total dos benefícios concedidos a Joesley e Wesley Batista

Postado por Marco Eusébio , 04 Setembro 2017 às 18:45 - em: Principal

Rodrigo Janot anunciou hoje que mandou investigar indícios de omissão de informações na delação de três executivos da J&F, controladora da JBS, e disse que benefícios concedidos aos irmãos Joesley e Wesley Batista no acordo podem ser cancelados, sem anular as provas já produzidas em investigações. O procurador-geral da República disse que MP obteve áudio com conteúdo "gravíssimo", em que Joesley conversa com Ricardo Saud, diretor da J&F, também delator, com referências à "agentes da Procuradoria Geral da República" e do "Supremo". 
 
Um desses agentes seria o ex-procurador Marcelo Müller, que deixou a PGR para advogar em escritório que negociou acordo da JBS. A conversa dá a entender que ele estaria auxiliando na confecção de propostas de colaboração para serem fechadas com a PGR, conduta que, em tese, configuraria crime e ato de improbidade administrativa. "Ao longo de três anos, Marcelo foi auxiliar do procurador-geral, procurado por suas qualidades técnicas. Se descumpriu a lei no exercício das funções, deverá pagar por isso", frisou Janot.



Deixe seu comentário